Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Legislativas 2019

entrevista > é apenas fumaça

Feminismo

Conversa: «Durante muito tempo, as feministas eram ‘aquelas mulheres lésbicas’», Manuela Tavares

Nas eleições legislativas de 1975, foram eleitas 19 mulheres e 231 homens (7,6% contra 92,4%). Mas, desde essa altura, muito mudou no que toca à representação parlamentar. No passado 6 de outubro, foi eleito o Parlamento com o maior número de mulheres de sempre – 86 contra 144 – uma percentagem acima da média europeia.
Mas fará desta a Assembleia da República mais feminista? Ao vivo no Trampolim Gerador, conversámos sobre as diferentes “vagas” do movimento feminista, de feminismo interseccional, de feminismo negro e do que falta fazer em Portugal. Como convidadas, tivemos Alexa Santos, assistente social, mestre em estudos de género, sexualidade e teoria queer pela Universidade de Leeds e diretora do departamento de Género e Feminismos do INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal e Manuela Tavares, fundadora e membro da direção da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e doutorada em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta.

17 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “Os resultados mostram que as pessoas votam por um SNS público”, Sofia Crisóstomo

Os resultados das eleições legislativas de 6 de outubro abrem caminho para um governo PS sem maioria absoluta. Qual o impacto do novo Parlamento na Saúde? Como será regulamentada a Lei de Bases da Saúde? Que investimento terá o Serviço Nacional de Saúde nos próximos quatro anos?

Durante a noite eleitoral, Ana Matos Pires, psiquiatra, coordenadora regional da saúde mental no Alentejo e Sofia Crisóstomo, co-coordenadora do projeto “Mais Participação, Melhor Saúde”, analisam o impacto que os resultados das eleições legislativas de 2019 poderão ter no SNS e no acesso à Saúde.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “André Ventura é fascista”, Inocência Mata

As eleições legislativas do passado domingo trouxeram resultados históricos: este será o Parlamento com mais mulheres, com mais partidos e o primeiro com três mulheres negras – Joacine Katar Moreira, Romualda Fernandes e Beatriz Gomes Dias. Ao mesmo tempo, foi eleito um deputado da extrema-direita racista e xenófoba.

Inocência Mata, professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Susana Peralta, professora de Economia na Universidade Nova SBE, falam sobre os resultados eleitorais, a formação de governo e a diversidade do novo Parlamento.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “O PS tem uma responsabilidade histórica na precarização das relações laborais”, José Nuno Matos

O Partido Socialista ganhou as eleições e dele dependem possíveis alterações à legislação laboral. Muitas das medidas aplicadas no tempo da troika ainda não foram revertidas e, José Nuno Matos, sociólogo do trabalho, acha que o Governo se comportou como um agente duplo, tentando “agradar à esquerda e agradar às associações patronais”. Ao mesmo tempo, a geringonça não conseguiu o que queria porque, defende, a esquerda esteve “mais focada nas instituições e menos nas ruas”. Danilo Moreira, ativista e presidente Sindicato dos Trabalhadores de Call Center, considera que “o sindicalismo está a renovar-se” e que “os novos sindicatos são mais democráticos”.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “Uma política de esquerda que reduza o consumo será profundamente impopular”, Pedro Bingre do Amaral

Estará a maioria de esquerda no Parlamento à altura do que é necessário fazer para combater as alterações climáticas e preparar o país para as suas consequências? Pedro Bingre do Amaral, professor no Politécnico de Coimbra, diz que “é da essência da esquerda propor que o consumo vai estar ao alcance de todos”, mas “isso deixou de ser possível”. Já Diogo Silva, ativista no Climáximo, entende que “um país como Portugal não pode continuar a consumir à velocidade que consome”.

10 Outubro 2019

especial

Especial: Eleições Legislativas 2019 – DIRETO

Emissão Especial Eleições Legislativas 2019. Em direto a partir das 20h15

6 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: candidaturas por Braga – Rádio Universitária do Minho

Debate moderado pela RUM com alguns dos cabeças de lista pelo círculo eleitoral de Braga às eleições legislativas de 2019.

3 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: candidaturas por Santarém – Médio Tejo

Debate realizado pelo Médio Tejo e pela Plataforma Academia com 10 dos 19 cabeças de lista pelo círculo eleitoral de Santarém às eleições legislativas de 2019.

3 Outubro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Mário Guedes: “Os CMEC foram ruinosos para o consumidor”

Mário Guedes já estava à frente da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) desde abril de 2017, mas em regime de substituição. Quando foi formalmente nomeado, em agosto de 2018, com legitimidade reforçada, não durou três meses no cargo. João Galamba, chegou à secretaria de Estado da Energia e exonerou-o: “não tinha o perfil indicado”. Isto aconteceu dois dias antes da derrocada de uma pedreira em Borba, onde morreram cinco pessoas – “o facto de não ter informação em relação àquela situação é particularmente grave”, denuncia o engenheiro de minas, sobre a dificuldade em liderar um organismo público tão grande e complexo como a DGEG.
Uma entrevista sobre o setor elétrico e energético nacional, a exploração de petróleo, gás natural e lítio, o “absoluto desastre” que é a lei de exploração de recursos geológicos, e a recuperação dos passivos mineiros ambientais por parte da indústria extrativa.

3 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: candidaturas por Leiria – Jornal de Leiria

Debate entre cabeças-de-lista pelo círculo eleitoral de Leiria dos partidos com assento parlamentar: Ricardo Vicente (BE), Raquel Abecassis (CDS-PP), Heloísa Apolónia (CDU), Rui Prudêncio (PAN), Raul Castro (PS) e Margarida Balseiro Lopes (PDS). Organização e moderação do Jornal de Leiria.

2 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: candidaturas por Castelo Branco – Jornal do Fundão

Debate entre cabeças-de-lista pelo círculo eleitoral de Castelo Branco dos partidos com assento parlamentar: Hortense Martins (PS), Cláudia André (PSD), Rui Lino (BE), Ana Maria Leitão (CDU), Maria Vaz Patto (CDS) e Rebeca Lopes (PAN).
Organização e moderação do Jornal do Fundão com o apoio do projeto Re/mediaLab – Laboratório e Incubadora de Media Regionais, da Universidade da Beira Interior.

2 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: candidaturas por Coimbra – Rádio Universidade de Coimbra

Debate organizado pela Rádio Universidade de Coimbra com alguns dos candidatos por Coimbra às eleições legislativas.

2 Outubro 2019

reportagem > dois pontos

Legislativas 2019

A casa ou a comida

A partir de 7 de Outubro de 2019, a família de Pedro Salgado pode ser despejada a qualquer momento. Mas a sua história, da companheira, Julieta Salgado, e dos três filhos, está longe de ser única. Hoje, 1 de Outubro de 2019, entra em vigor a primeira Lei de Bases da Habitação nacional.

1 Outubro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Abolida a escravatura, quem foi compensado? Os donos dos escravos”, Inocência Mata

Quando, durante o século XIX, a escravatura foi abolida gradualmente em quase todas as ex-colónias dos impérios europeus, os ex-proprietários de escravizados foram amplamente recompensados pelas alegadas perdas financeiras que o movimento poderia trazer-lhes: passar a tratar pessoas como pessoas seria mau para o negócio. Assim, donos de escravizados foram recebendo compensações monetárias ou a possibilidade de utilizarem negros libertos sem remuneração, durante um período de transição. Por outro lado, em quase nenhum caso houve reparação financeira para os ex-escravizados ou para os seus descendentes. Devemos hoje restituir as ex-colónias portuguesas? Foi para discutir este tema que convidámos Inocência Mata, professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; Luzia Moniz, presidenta da PADEMA – Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana; e Solange Rocha, professora no Departamento de História da Universidade Federal da Paraíba.

29 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “A comunidade homossexual nunca tomou em mãos, de maneira clara, a questão do VIH”, Maria José Campos

Há um tratamento que impede a transmissão do VIH com uma eficácia próxima dos 100% – chama-se PrEP (Profilaxia pré-Exposição). O Estado iniciou, em 2018, um projeto experimental utilizando-o, mas quem pagava era a farmacêutica que detinha a patente. Esta ano, esta limitação terminou. A PrEP foi alargada a qualquer pessoa elegível por recomendação médica em todo o Serviço Nacional de Saúde e chegaram ao mercado genéricos. Contudo, as associações comunitárias de luta contra o VIH denunciam a demora na marcação de consultas no SNS e reivindicam formas mais céleres e próximas de acesso e distribuição dos comprimidos. As taxas de novas infeções por VIH, em Portugal, mantêm-se das mais elevadas da União Europeia. A maioria dos novos casos diagnosticados é do sexo masculino, entre homens que fazem sexo com homens. Destes, 79,8% têm entre os 15 e 29 anos. Maria José Campos, médica, e Rui Guerreiro, enfermeiro, refletem sobre as estratégias públicas de combate ao VIH e a implementação da PrEP.

28 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Debate: “Ando há oito meses à procura de casa e não encontro”, Bruno Verdier

Desde 2013, mais de 9000 famílias foram oficialmente despejadas das suas casas, em Portugal. São mais de quatro por dia. Bruno Verdier, freelancer na área audiovisual, luta com a companheira e a filha contra um despejo iminente, depois da sua senhoria ter anunciado um aumento de renda de 40%, de 500€ para 700€. No passado 21 de setembro, organizamos no Festival Iminente o debate “Direito à habitação: o povo ainda pode morar nas cidades?”, para falar sobre a dimensão da crise nas grandes cidades do país e de soluções para a resolver. Contámos com a presença de Bruno Verdier; Aitor Varea Oro, arquiteto e um dos coordenadores do Habitar Porto; e Rita Silva, presidente da Habita, doutoranda na área da financeirização da habitação.

27 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Carla Amado Gomes: “Há atropelos à legislação ambiental no novo aeroporto”

“Aeroporto? Eventualmente, sim, mas não já como um facto consumado, porque isso do ponto de vista da boa governação ambiental é péssimo.” Carla Amado Gomes, especialista em Direito Ambiental e professora na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, acredita que, em Portugal, a participação pública em projetos com grandes impactes ambientais tem sido descartada. É um formalismo que se segue à tomada de decisão política, diz.

26 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Luís Lima: “Não há coragem política para tomar posse das casas devolutas”

Luís Lima é um homem do mercado. Preside à da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), à Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa (CIMLOP), e ocupa outros cargos no setor imobiliário e da construção. Numa altura em que proprietários e investidores vêm o seu património valorizado, no melhor período desde a crise de 2008, atravessamos, ao mesmo tempo, a maior carência de habitação a preços acessíveis das últimas décadas. Pode dizer-se que a crise da habitação de uns é a oportunidade de fazer dinheiro de outros?

24 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Cordeiro Santos: “A Nova Geração de Políticas de Habitação é um estímulo fiscal aos senhorios”

Entre 1987 e 2011, o Estado central gastou 7 mil milhões de euros em bonificações de juros no crédito à habitação (um apoio estatal que reduz o custo do empréstimo e o torna mais barato e acessível), o que equivale a 73,3% de toda a despesa com políticas públicas de habitação durante esses 25 anos. O resultado está à vista: a percentagem de famílias a viver em casa própria subiu de 57%, em 1981, para 75%, em 2011; em 2015, apenas 2% dos 6 milhões de casas em Portugal eram públicas. Para Ana Cordeiro Santos, economista e investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, o Estado português demitiu-se totalmente da “garantia de uma oferta pública de habitação”. E agora que o atual governo lançou a Nova Geração de Políticas de Habitação, com o objetivo de resolver a crise, a coordenadora do livro “A nova questão da habitação em Portugal” diz que é mais do mesmo: “políticas de estímulo fiscal dirigidas aos senhorios para promover o mercado de arrendamento (…) está-se a tentar bonificar as rendas dos senhorios.”

21 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Manuel Margarido Tão: “O Ferrovia 2020 é uma coleção de remendos”

Manuel Margarido Tão, especialista em transportes e planeamento regional, não acredita nas intenções dos governantes para a ferrovia nacional: “Houve, deliberadamente, uma vontade de distorcer a mobilidade e focalizá-la no transporte rodoviário para que depois essa mobilidade ficasse cativa de grupos económicos apoiados pelo Poder e pelas direções dos partidos políticos”, acusa. Defende a construção de uma nova Linha do Norte, critica o abandono do projeto de alta velocidade pelos sucessivos governos e acha uma “aberração” a ponte aérea Lisboa-Porto, bem como a falta de ligações de caminhos-de-ferro a Espanha. Para o professor da Universidade do Algarve, só o investimento estrangeiro, com a entrada de operadores europeus, fruto da liberalização do transporte ferroviário de passageiros, poderá salvar a ferrovia em Portugal.

19 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Miguel Jerónimo: “As áreas protegidas existem, sobretudo, no papel”

As áreas protegidas impediram um “certo terrorismo ambiental”. Sem elas, provavelmente, hoje já não existiria uma Ria Formosa e a Costa Alentejana seria “um novo Algarve”, diz o arquiteto paisagista Miguel Jerónimo, membro da direção da associação ambientalista GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente. Mas o modelo é, sobretudo, proibitivo. “Os únicos recursos que as áreas protegidas têm é, eventualmente, passar multas; tornam mais difícil, para um investidor, usar certas práticas insustentáveis. Mas elas continuam a acontecer.” Uma entrevista sobre a reforma da floresta aprovada na atual legislatura, conservação da natureza e gestão das áreas protegidas.

17 Setembro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: Como crescer de forma sustentada? – Perguntar Não Ofende

Para falar sobre ambiente e economia, respondendo à pergunta “Como crescer de forma sustentada?”, o podcast Perguntar Não Ofende, produzido por Daniel Oliveira e por João Martins, juntou candidatos às legislativas de outubro de cinco partidos com assento parlamentar: Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda; Bruno Dias pela CDU; João Matos Fernandes do PS; Álvaro Almeida do PSD e Cecília Meireles do CDS. O PAN foi convidado, aceitou o debate mas, no próprio dia, cancelou a sua presença.
Este debate, assim como várias entrevistas que iremos publicar, está integrado no projeto “Eleições em Rede 2019”, que junta projetos independentes, meios de comunicação locais e universitários na cobertura da campanha para a votação do próximo Parlamento.

15 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Conceição Margalha: “Tem que haver legislação que obrigue os médicos a ficar no SNS”

Numa entrevista sobre o Serviço Nacional de Saúde, a presidente da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Conceição Margalha, defende mais incentivos à ida de médicos para regiões onde fazem falta: regresso das vagas preferenciais ou protocoladas – que terminaram com o anterior governo, em 2015; benefícios para os médicos internos que ocupem vagas em hospitais carenciados na sua área de especialidade e incentivos à mobilidade e formação em hospitais de referência em troca da permanência no hospital carenciado após a especialidade.

14 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Rosário Macário: “Os veículos privados estão 90% do tempo parados. É dos maiores desperdícios de recursos”

Rosário Macário é doutorada em Sistemas de Transportes no Instituto Superior Técnico, professora e coordenadora do Mestrado em Planeamento e Operação de Sistemas de Transportes no mesmo instituto e administradora não executiva da consultora TIS – Transportes, Inovação e Sistemas. Nesta entrevista, fala sobre mobilidade nos centros urbanos; o uso do carro privado em detrimento de transportes coletivos ou partilhados; a descentralização da gestão para as autarquias, que não foi acompanhada pela contratação de técnicos competentes; a redução do preço dos passes únicos que, diz, foi calendarizada para acontecer perto das eleições; e, ainda, o papel da iniciativa privada nos transportes coletivos.

12 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Victor Reis: “Quando saí do IHRU, tinha 18 milhões de euros parados que o Ministério das Finanças não deixou gastar”

“Quando saí do instituto, tinha 18 milhões de euros parados, que eles não deixaram gastar. E que eu sei que, um mês depois de me ter vindo embora, o Ministério das Finanças levou o dinheiro todo. Não ficou um cêntimo.” O ex-presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (2012-2017) fala sobre as cativações do atual governo, a falta de dinheiro para a implementação de políticas públicas de habitação, o aumento de rendas sociais na última década, a Nova Geração de Políticas de Habitação, anunciada pelo governo, e a aprovação da Lei de Bases da Habitação.

10 Setembro 2019

especial

Legislativas 2019

Debate: Como salvar o Estado Social? – Perguntar Não Ofende

Para responder à pergunta “Como salvar o Estado Social?”, o podcast Perguntar Não Ofende, produzido por Daniel Oliveira e por João Martins, juntou representantes dos seis partidos com assento parlamentar candidatos às legislativas de outubro.
Este debate, assim como várias entrevistas que iremos publicar, está integrado no projeto “Eleições em Rede 2019”, que junta projetos independentes, meios de comunicação locais e universitários na cobertura da campanha para a votação do próximo Parlamento.

8 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Helena Amaro: “O que mais causa sensação de burnout é a mobilidade”

Nesta entrevista, conversamos com Helena Amaro, doutoranda em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e pelo CHAIA – Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora. Falámos sobre a dependência e os apoios ao veículo particular em detrimento dos transportes públicos, da descentralização da gestão dos transportes, da acessibilidade fora dos centros urbanos e da mobilidade como fator de ascensão social.

7 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Paiva Nunes: “O SNS está a transformar-se no serviço dos pobrezinhos”

Nunca como em 2018 houve tantas cirurgias no Serviço Nacional de Saúde, mas pela primeira vez em mais de uma década os hospitais públicos operaram menos. Porque é que isto acontece? Uma entrevista com a médica internista e porta-voz do Movimento SNS in Black, Ana Paiva Nunes, sobre o Serviço Nacional de Saúde, a sua dependência dos privados, a contratação de profissionais e a gratuitidade da saúde.

5 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Valter Hugo Mãe: “Ó António Costa, onde é que está o Governo da Cultura?”

Entrevista gravada ao vivo, durante o festival Paredes de Coura, com o escritor Valter Hugo Mãe, sobre literatura, cultura, feminismo e racismo. Uma conversa com o autor de livros como “o remorso de baltazar serapião”, vencedor do Prémio Literário José Saramago em 2007; “a máquina de fazer espanhóis”, que venceu o Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano e o Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano, em 2010, ou os mais recentes “A desumanização”, de 2013, e “Homens imprudentemente poéticos”, de 2016.

3 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Sabem o que é o lítio? É um metal político”, Carlos Leal Gomes

Porque é que o lítio se tornou tão importante em Portugal? De onde deve vir? Os planos do Governo são uma boa notícia para quem mora nos locais concessionados para prospeção ou exploração? São viáveis? Que custos sociais e ambientais têm? Debatemos estas questões no dia 15 de agosto, ao vivo no festival Paredes de Coura, com a ativista Maria Carmo Mendes, a geóloga e ativista Teresa Fontão, o antigo diretor-geral de Energia e Geologia, Mário Guedes, e o geólogo e professor universitário Carlos Leal Gomes.

29 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Em Portugal, o mercado não suportará a produção artística. É impossível”, Elisabete Paiva

É imenso o hiato entre a qualidade e diversidade dos profissionais da cultura em Portugal e o financiamento que lhes é disponibilizado, acredita Elisabete Paiva, produtora e programadora. O problema ao nível autárquico e estatal – disse-lhe, algumas vezes, a experiência – não é a falta de dinheiro, mas de visão. A multi-instrumentista e compositora Ana Bento conta como é, por vezes, dura a vida de quem “só” vive da arte e, por escolha, não é nómada. Um debate ao vivo, no Festival Bons Sons, para pensar os principais temas das eleições de outubro.

22 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Viver no interior rural é mais caro que no centro da cidade”, Maria do Carmo Bica

Para Rogério Roque Amaro, professor universitário, especialista em economia social, o Interior “são todos os territórios que o capitalismo marginalizou, para marcar a sua lógica de crescimento”.
Maria do Carmo Bica, engenheira agrícola, não andará muito distante da análise, quando olha para a forma como os poderes locais fomentam nesses territórios a criação de emprego: “Temos os municípios a instalar parques industriais para capital estrangeiro que vem à procura de mão-de-obra barata. Não é isso de que precisamos no Interior.” De que precisa afinal, quem não vive no litoral urbano? Da regionalização? De mais organizações de base comunitária? De mais Estado? De serviços públicos?

Um debate ao vivo no Festival Bons Sons 2019 para pensar os principais temas das eleições de outubro.

20 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Helena Roseta: “António Costa queria vender os bairros municipais todos”

Em entrevista ao Fumaça, a ex-vereadora da Habitação da cidade de Lisboa (2009-2013), ainda deputada à Assembleia da República como independente nas listas do PS, e presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, admite que falhou ao não prever as mudanças no mercado imobiliário. Explica que foi António Costa, à época presidente da Câmara Municipal, quem pressionou para “alienar o mais possível” o património da capital.

15 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Gomes: “Pedi licença sem vencimento para não perder o pio”

Diplomata de carreira desde 1980, Ana Gomes suspendeu funções, em 2003, para se dedicar à política partidária. Filiou-se no PS e foi eleita eurodeputada em 2004. Reeleita por duas vezes, em 2009 e 2014, só deixou o Parlamento Europeu em julho passado, após 15 anos. Numa entrevista na festa do terceiro aniversário do Fumaça, ao vivo e ao ar livre, falamos sobre incompatibilidades e conflitos de interesses, a regulação do lobby, transparência e corrupção.

8 Agosto 2019

comunicados

Legislativas 2019

Eleições em Rede 2019 nasce para acompanhar eleição do novo Parlamento

Podcasts, meios de comunicação independentes, regionais e universitários unem-se para cobrir a votação de outubro e escrutinar as propostas de quem quer ser eleito.

29 Julho 2019