Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Cultura

entrevista > é apenas fumaça

Brasil

Laura Mattos: “Existe, no Governo e na sociedade, uma cultura favorável ao controle de ideias”

Este é o caso do Brasil de hoje no que diz respeito à liberdade de expressão. Há uma censura oficial instaurada? Não. Estão sendo aprovadas leis, decretos ou medidas do governo que desobedeçam a Constituição de 1988? Não. No entanto, uma série de ações ao longo de 2019 dificultaram a vida de quem produz arte, ciência e pensamento no país. Como se lê numa carta aberta publicada no jornal inglês The Guardian “o governo de Jair Bolsonaro, com a colaboração dos seus aliados de extrema direita, tem destruído aos poucos, de maneira sistemática, as instituições culturais, científicas e educacionais do país, assim como a imprensa”. Entre os signatários estão os compositores Chico Buarque, Caetano Veloso e Milton Hatoum. Esta semana, entrevistamos a jornalista Laura Mattos sobre a guerra cultural no Brasil e os poderes que ainda hoje alimentam a censura.

13 Fevereiro 2020

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Valter Hugo Mãe: “Ó António Costa, onde é que está o Governo da Cultura?”

Entrevista gravada ao vivo, durante o festival Paredes de Coura, com o escritor Valter Hugo Mãe, sobre literatura, cultura, feminismo e racismo. Uma conversa com o autor de livros como “o remorso de baltazar serapião”, vencedor do Prémio Literário José Saramago em 2007; “a máquina de fazer espanhóis”, que venceu o Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano e o Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano, em 2010, ou os mais recentes “A desumanização”, de 2013, e “Homens imprudentemente poéticos”, de 2016.

3 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Em Portugal, o mercado não suportará a produção artística. É impossível”, Elisabete Paiva

É imenso o hiato entre a qualidade e diversidade dos profissionais da cultura em Portugal e o financiamento que lhes é disponibilizado, acredita Elisabete Paiva, produtora e programadora. O problema ao nível autárquico e estatal – disse-lhe, algumas vezes, a experiência – não é a falta de dinheiro, mas de visão. A multi-instrumentista e compositora Ana Bento conta como é, por vezes, dura a vida de quem “só” vive da arte e, por escolha, não é nómada. Um debate ao vivo, no Festival Bons Sons, para pensar os principais temas das eleições de outubro.

22 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Cultura e apoio às artes

Nuno Lopes: “A arte é contra-poder”

O apoio à cultura é um dever do Estado? Será então a Cultura “subsidiodependente”? Serão os hospitais e as escolas “subsidiodependentes” também? Porque é que a atribuição de 1% do Orçamento de Estado para a Cultura é tão importante? Fomos ao Festival Vodafone Paredes de Coura falar de tudo isto com Nuno Lopes, ator e DJ. Na praia fluvial do Taboão, nas margens do Rio Coura, ao vivo e perante centenas de pessoas, conversámos sobre como foi fazer arte no pós-crise e com a chegada da Troika; de cultura e entretenimento e de como a sociedade Portuguesa olha para os artistas.

28 Agosto 2018

entrevista > é apenas fumaça

Cultura

Luís Sousa Ferreira: “O entretenimento ajuda a adiar. A cultura faz-te doer.”

Um conversa sobre cultura com o designer, produtor e programador cultural Luís Sousa Ferreira. Diretor do festival Bons Sons, do 23 Milhas – o projeto cultural do Município de Ílhavo – e do Caminhos, que envolve 13 câmaras da região do Médio Tejo. Uma conversa sobre cultura, de entretenimento, de apoios públicos às artes, de cidades e aldeias, de poder, de litoral e interior, de ego e falta dele, de saber-fazer.

5 Junho 2018

entrevista > é apenas fumaça

Cultura

B Fachada: “Talvez o Zé Mário Branco esteja certo: os jovens deviam pensar mais no futuro e menos no passado”

Um conversa sobre sobre música de intervenção e o seu papel na luta de libertação contra o regime do Estado Novo, sobre se ela existe ou tem de existir hoje, passando pelos ideais de músicos como Zeca Afonso e José Mário Branco. Conversámos também sobre o 25 de Abril de 1974 e a revolução que falhou, a cultural.

12 Janeiro 2017