Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Legislativas 2019

Debate: “Em Portugal, o mercado não suportará a produção artística. É impossível”, Elisabete Paiva

22 Agosto 2019
03:21

É imenso o hiato entre a qualidade e diversidade dos profissionais da cultura em Portugal e o financiamento que lhes é disponibilizado, acredita a produtora e programadora Elisabete Paiva, desde 2015 diretora artística do Festival Materiais Diversos. Desacreditada da possibilidade de, em Portugal, o mercado suportar a produção artística, a experiência tem-lhe dito que o problema a nível autárquico e estatal não é a falta de dinheiro, mas a falta de visão. “Não houve ainda políticas culturais continuadas e estruturantes que permitissem aos profissionais da cultura fixar-se no interior de forma alargada.” Para isso, diz, há que financiar cultura que, mesmo não sendo economicamente viável, seja relevante para os lugares onde pousa. A multi-instrumentista e compositora Ana Bento, que integra projetos como Cabeça de Peixe e Tranglomango, conta como é, por vezes, dura a vida de quem “só” vive da arte e, por escolha, não é nómada.

Um debate ao vivo, no Festival Bons Sons, gravado no passado dia 11 de agosto, para pensar os principais temas das eleições de outubro.

Até ao dia 6 de outubro, vamos estar focados no escrutínio de alguns dos assuntos que consideramos mais importantes à medida que se aproxima a votação que definirá a composição da próxima Assembleia da República e do próximo Governo. Vê toda a nossa cobertura das Eleições Legislativas 2019 aqui.

Edição de Som
  1. Bernardo Afonso
Edição de texto
  1. Pedro Miguel Santos
Edição de vídeo
  1. Joana Batista
Entrevista
  1. Margarida David Cardoso
Fotografia
  1. Joana Batista
Preparação
  1. Margarida David Cardoso
  2. Bernardo Afonso
  3. Ricardo Esteves Ribeiro
  4. Maria Almeida
Texto
  1. Margarida David Cardoso
/ /

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Contribuir

subscreve a nossa newsletter

para poderes votar nos tópicos que vamos investigar, workshops que queremos fazer e teres uma voz activa.

Aqui, quem influencia o jornalismo és tu. Apoia-nos.