Desassossego – Saúde e doença mental

Durante anos, um plano para revolucionar o acesso aos cuidados de saúde mental em Portugal espreitou desde a gaveta de vários governos. O seu atraso afeta doentes, famílias e profissionais. Nesta série de 13 episódios sobre saúde e doença mental, vamos das experiências pessoais à política, das promessas à prática.

Subscreve a nossa newsletter:

Recebe os episódios da nova série quando saírem no teu email.

Progresso da investigação:

+0

pessoas entrevistadas

+0

horas de gravação transcritas

0

de 13 episódios escritos

0

músicas de banda sonora original

Ao fim de dois anos, estamos a aproximar-nos da fase final de escrita e edição desta série. Depois, vêm horas e horas de trabalho no estúdio. Neste momento, estamos aqui:

  • A editar áudio e banda sonora dos cincos primeiros episódios;
  • A fechar os últimos ajustes no texto dos episódios 9 e 10;
  • A escrever o guião do episódio 11, enquanto terminamos as últimas entrevistas e transcrições;
  • A iniciar verificação de factos do episódio 9;
  • A acabar de ler os livros “Psiquiatras – Uma História por Contar”, Jeffrey A. Lieberman, e “Alienação e Liberdade – Escritos Psiquiátricos”, Frantz Fanon.

Se tiveres sugestões para esta investigação, envia-nos email para [email protected]

Entrevistas Publicadas:

Zélia Figueiredo: “Ser trans não é um diagnóstico. É como a gravidez, é uma condição de saúde”

Três anos após a promulgação da lei do direito à autodeterminação da identidade e expressão de género, ouvimos Zélia Figueiredo, psiquiatra, especialista em sexologia. Desde 2009 passaram pela sua consulta no Hospital Magalhães Lemos, no Porto, mais de 650 pessoas trans. À beira da reforma, lembra que a transexualidade não é uma doença – por isso não precisa de diagnóstico – e que a saúde mental de quem acompanha é sobretudo afetada pela discriminação e violência transfóbica.

Miguel Bragança: “Nunca se criou alternativa nenhuma ao fecho dos hospitais psiquiátricos”

Miguel Bragança preside ao Colégio da Especialidade de Psiquiatria da Ordem dos Médicos, desde 2018, é psiquiatra no Hospital de São João e professor auxiliar convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Nesta entrevista, gravada no início de junho, fala sobre a psiquiatria no Sistema Nacional de Saúde e no terceiro setor, olha para a saúde mental em tempo de pandemia e analisa as profundas desigualdades de acesso a tratamento psiquiátrico e psicológico, em Portugal.

António Coimbra de Matos: “É impressionante a quantidade de pessoas que não dorme sem tomar uma droguinha à noite”

Figura incontornável da pedopsiquiatria e da psicanálise em Portugal, António Coimbra de Matos dedicou grande parte da sua vida a tentar entender a depressão. Em entrevista, fala sobre a relação das doenças mentais com a família e o trabalho. Esta entrevista integra uma grande reportagem sobre saúde mental e prevenção do suicídio que publicaremos no futuro.

Recebe novidades desta e de outras investigações no teu email