Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

opinião > editorial

Financiamento do jornalismo

Salvar os média não partirá de quem tem poder

Intervenção de Ricardo Esteves Ribeiro durante a conferência “Financiamento dos Média”, organizada pelo Sindicato dos Jornalistas, realizada na Cidadela de Cascais, nos dias 2 e 3 de dezembro de 2019.

5 Dezembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Autonomia

Paulo Miguel Rodrigues: “Começa a ser tempo de o Estatuto Político-Administrativo da Madeira ser revisto”

A autonomia regional tem quatro décadas, mas a história não começou com a Constituição de 1976. Há 200 anos que, pela Madeira, correm as ideias de autonomia, da construção de um poder insular capaz de defender os interesses regionais em Lisboa. A luta seguiu as influências de cada momento, reproduziu a conjuntura internacional favorável aos nacionalismos e ganhou a forma de movimento independentista nas crises do Estado português. A última vez que se discutiu a independência foi durante o PREC e envolveu atentados à bomba e um movimento de libertação: a FLAMA.

28 Novembro 2019

opinião > editorial

Jornalismo

Discurso Fumaça nos Prémios Gazeta 2018

Discurso de Ricardo Esteves Ribeiro durante a cerimónia de entrega de Prémios Gazeta 2018. O Fumaça venceu o Prémio Gazeta Revelação com a série “Palestina, histórias de um país ocupado”.

27 Novembro 2019

reportagem > dois pontos

Médio Oriente

Yazidis: o genocídio esquecido (2/2)

Entre as milhares de vítimas do Daesh, as mulheres e crianças Yazidi eram um alvo preferencial: foram vendidas, torturadas, violadas. O autoproclamado Estado Islâmico distorceu e utilizou o Islão como arma de propaganda para as suas atividades criminosas, utilizando os corpos femininos como moeda de troca sexual e aliciamento de combatentes. Uma mancha na honra das mulheres Yazidi, cuja cultura machista e patriarcal desta religião as obrigou a escolher entre os filhos e a comunidade. Como estão as vítimas a lidar com o trauma da violência que sofreram? E o que têm feito para preservar a memória do genocídio e procurar justiça?

21 Novembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Brasil

Glenn Greenwald: “Sergio Moro lutou contra a corrupção, mas também foi corrupto”

Glenn Greenwald é o jornalista que deu a conhecer Edward Snowden, responsável por revelar o escândalo de vigilância global ilegal dos serviços secretos norte-americanos. Por causa desse trabalho, ele e a equipa do The Guardian USA venceram um Prémio Pulitzer. Co-fundador do The Intercept, foi um dos responsáveis pela série de reportagens que passariam a ser conhecidas como “Vaza Jato”, em referência à mega-operação Lava Jato, que investigou e prendeu dezenas de políticos e empresários poderosos. Na investigação, feita a partir de transcrições de conversas entre Sergio Moro, juiz responsável por várias condenações na Lava Jato (incluindo a de Lula da Silva), e vários membros do Ministério Público Federal (MPF) brasileiro, entre eles Deltan Dallagnol, que comanda a investigação em Curitiba, revela-se que Moro e o MPF trabalhavam juntos, delineando estratégias para condenação dos seus “alvos”. A partir desse momento, Glenn tem sido atacado e ameaçado recorrentemente, até pelo presidente Jair Bolsonaro, que sugeriu que ele pudesse ser preso. Nesta entrevista, fala sobre a Vaza Jato, jornalismo independente e o papel de whistleblowers na sociedade.

14 Novembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Muro de Berlim

Conversa: “Thatcher e Mitterrand não queriam a reunificação da Alemanha”, António Araújo

30 anos depois da queda do muro de Berlim, ao vivo em Lisboa, António Araújo, jurista e historiador, e Sandra Dias Fernandes, cientista política, especialista em relações internacionais, discutiram o início e fim do muro a que os soviéticos chamaram a “barreira de proteção antifascista”.

12 Novembro 2019

reportagem > dois pontos

Médio Oriente

Yazidis: o genocídio esquecido (1/2)

A minoria étnico-religiosa Yazidi é pouco conhecida e pouco falada. No verão de 2014, com a guerra na Síria e a instabilidade no Iraque, uma brutal perseguição por parte dos fundamentalistas do Daesh culminou num genocídio. Para o autoproclamado Estado Islâmico, a cultura e modos de viver dos Yazidi não era dignos e, por isso, deviam ser eliminados. Cerca de 5000 pessoas foram mortas. Mais de 6000 mulheres e crianças foram raptadas, torturadas, escravizadas, violadas. Que povo é este? O que lhe aconteceu? Quem o ajudou?

7 Novembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Serviço Nacional de Saúde

Miguel Xavier: “O Plano de Saúde Mental precisa de apoio político”

Em 2017, o governo de António Costa pediu a uma comissão técnica para avaliar a implementação do Plano Nacional de Saúde Mental – estagnado por seis anos depois da intervenção da troika – e projetar propostas prioritárias até 2020. No ano passado, quando assumiu a direção do Programa Nacional de Saúde Mental da Direcção-Geral da Saúde, Miguel Xavier relançou o plano e, desde então, repete um alerta: as metas desenhadas para 2016, estendidas até o próximo ano, terão que levar um novo esticão. “Estou convencido de que em seis anos se pode implementar o plano. Não é até 2020”, afirma. Mas, no final, o que o fará mexer é o investimento e vontade política: “O Plano de Saúde Mental precisa de ter apoio político. Não basta dizer que é prioritário, é preciso que tenha uma tradução financeira.”

24 Outubro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Feminismo

Conversa: «Durante muito tempo, as feministas eram ‘aquelas mulheres lésbicas’», Manuela Tavares

Nas eleições legislativas de 1975, foram eleitas 19 mulheres e 231 homens (7,6% contra 92,4%). Mas, desde essa altura, muito mudou no que toca à representação parlamentar. No passado 6 de outubro, foi eleito o Parlamento com o maior número de mulheres de sempre – 86 contra 144 – uma percentagem acima da média europeia.
Mas fará desta a Assembleia da República mais feminista? Ao vivo no Trampolim Gerador, conversámos sobre as diferentes “vagas” do movimento feminista, de feminismo interseccional, de feminismo negro e do que falta fazer em Portugal. Como convidadas, tivemos Alexa Santos, assistente social, mestre em estudos de género, sexualidade e teoria queer pela Universidade de Leeds e diretora do departamento de Género e Feminismos do INMUNE – Instituto da Mulher Negra em Portugal e Manuela Tavares, fundadora e membro da direção da UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta e doutorada em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta.

17 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “Os resultados mostram que as pessoas votam por um SNS público”, Sofia Crisóstomo

Os resultados das eleições legislativas de 6 de outubro abrem caminho para um governo PS sem maioria absoluta. Qual o impacto do novo Parlamento na Saúde? Como será regulamentada a Lei de Bases da Saúde? Que investimento terá o Serviço Nacional de Saúde nos próximos quatro anos?

Durante a noite eleitoral, Ana Matos Pires, psiquiatra, coordenadora regional da saúde mental no Alentejo e Sofia Crisóstomo, co-coordenadora do projeto “Mais Participação, Melhor Saúde”, analisam o impacto que os resultados das eleições legislativas de 2019 poderão ter no SNS e no acesso à Saúde.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “André Ventura é fascista”, Inocência Mata

As eleições legislativas do passado domingo trouxeram resultados históricos: este será o Parlamento com mais mulheres, com mais partidos e o primeiro com três mulheres negras – Joacine Katar Moreira, Romualda Fernandes e Beatriz Gomes Dias. Ao mesmo tempo, foi eleito um deputado da extrema-direita racista e xenófoba.

Inocência Mata, professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Susana Peralta, professora de Economia na Universidade Nova SBE, falam sobre os resultados eleitorais, a formação de governo e a diversidade do novo Parlamento.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “O PS tem uma responsabilidade histórica na precarização das relações laborais”, José Nuno Matos

O Partido Socialista ganhou as eleições e dele dependem possíveis alterações à legislação laboral. Muitas das medidas aplicadas no tempo da troika ainda não foram revertidas e, José Nuno Matos, sociólogo do trabalho, acha que o Governo se comportou como um agente duplo, tentando “agradar à esquerda e agradar às associações patronais”. Ao mesmo tempo, a geringonça não conseguiu o que queria porque, defende, a esquerda esteve “mais focada nas instituições e menos nas ruas”. Danilo Moreira, ativista e presidente Sindicato dos Trabalhadores de Call Center, considera que “o sindicalismo está a renovar-se” e que “os novos sindicatos são mais democráticos”.

10 Outubro 2019

especial

Legislativas 2019

Análise: “Uma política de esquerda que reduza o consumo será profundamente impopular”, Pedro Bingre do Amaral

Estará a maioria de esquerda no Parlamento à altura do que é necessário fazer para combater as alterações climáticas e preparar o país para as suas consequências? Pedro Bingre do Amaral, professor no Politécnico de Coimbra, diz que “é da essência da esquerda propor que o consumo vai estar ao alcance de todos”, mas “isso deixou de ser possível”. Já Diogo Silva, ativista no Climáximo, entende que “um país como Portugal não pode continuar a consumir à velocidade que consome”.

10 Outubro 2019

especial

Especial: Eleições Legislativas 2019 – DIRETO

Emissão Especial Eleições Legislativas 2019. Em direto a partir das 20h15

6 Outubro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Mário Guedes: “Os CMEC foram ruinosos para o consumidor”

Mário Guedes já estava à frente da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) desde abril de 2017, mas em regime de substituição. Quando foi formalmente nomeado, em agosto de 2018, com legitimidade reforçada, não durou três meses no cargo. João Galamba, chegou à secretaria de Estado da Energia e exonerou-o: “não tinha o perfil indicado”. Isto aconteceu dois dias antes da derrocada de uma pedreira em Borba, onde morreram cinco pessoas – “o facto de não ter informação em relação àquela situação é particularmente grave”, denuncia o engenheiro de minas, sobre a dificuldade em liderar um organismo público tão grande e complexo como a DGEG.
Uma entrevista sobre o setor elétrico e energético nacional, a exploração de petróleo, gás natural e lítio, o “absoluto desastre” que é a lei de exploração de recursos geológicos, e a recuperação dos passivos mineiros ambientais por parte da indústria extrativa.

3 Outubro 2019

reportagem > dois pontos

Legislativas 2019

A casa ou a comida

A partir de 7 de Outubro de 2019, a família de Pedro Salgado pode ser despejada a qualquer momento. Mas a sua história, da companheira, Julieta Salgado, e dos três filhos, está longe de ser única. Hoje, 1 de Outubro de 2019, entra em vigor a primeira Lei de Bases da Habitação nacional.

1 Outubro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Abolida a escravatura, quem foi compensado? Os donos dos escravos”, Inocência Mata

Quando, durante o século XIX, a escravatura foi abolida gradualmente em quase todas as ex-colónias dos impérios europeus, os ex-proprietários de escravizados foram amplamente recompensados pelas alegadas perdas financeiras que o movimento poderia trazer-lhes: passar a tratar pessoas como pessoas seria mau para o negócio. Assim, donos de escravizados foram recebendo compensações monetárias ou a possibilidade de utilizarem negros libertos sem remuneração, durante um período de transição. Por outro lado, em quase nenhum caso houve reparação financeira para os ex-escravizados ou para os seus descendentes. Devemos hoje restituir as ex-colónias portuguesas? Foi para discutir este tema que convidámos Inocência Mata, professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; Luzia Moniz, presidenta da PADEMA – Plataforma para o Desenvolvimento da Mulher Africana; e Solange Rocha, professora no Departamento de História da Universidade Federal da Paraíba.

29 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “A comunidade homossexual nunca tomou em mãos, de maneira clara, a questão do VIH”, Maria José Campos

Há um tratamento que impede a transmissão do VIH com uma eficácia próxima dos 100% – chama-se PrEP (Profilaxia pré-Exposição). O Estado iniciou, em 2018, um projeto experimental utilizando-o, mas quem pagava era a farmacêutica que detinha a patente. Esta ano, esta limitação terminou. A PrEP foi alargada a qualquer pessoa elegível por recomendação médica em todo o Serviço Nacional de Saúde e chegaram ao mercado genéricos. Contudo, as associações comunitárias de luta contra o VIH denunciam a demora na marcação de consultas no SNS e reivindicam formas mais céleres e próximas de acesso e distribuição dos comprimidos. As taxas de novas infeções por VIH, em Portugal, mantêm-se das mais elevadas da União Europeia. A maioria dos novos casos diagnosticados é do sexo masculino, entre homens que fazem sexo com homens. Destes, 79,8% têm entre os 15 e 29 anos. Maria José Campos, médica, e Rui Guerreiro, enfermeiro, refletem sobre as estratégias públicas de combate ao VIH e a implementação da PrEP.

28 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Debate: “Ando há oito meses à procura de casa e não encontro”, Bruno Verdier

Desde 2013, mais de 9000 famílias foram oficialmente despejadas das suas casas, em Portugal. São mais de quatro por dia. Bruno Verdier, freelancer na área audiovisual, luta com a companheira e a filha contra um despejo iminente, depois da sua senhoria ter anunciado um aumento de renda de 40%, de 500€ para 700€. No passado 21 de setembro, organizamos no Festival Iminente o debate “Direito à habitação: o povo ainda pode morar nas cidades?”, para falar sobre a dimensão da crise nas grandes cidades do país e de soluções para a resolver. Contámos com a presença de Bruno Verdier; Aitor Varea Oro, arquiteto e um dos coordenadores do Habitar Porto; e Rita Silva, presidente da Habita, doutoranda na área da financeirização da habitação.

27 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Ambiente

Carla Amado Gomes: “Há atropelos à legislação ambiental no novo aeroporto”

“Aeroporto? Eventualmente, sim, mas não já como um facto consumado, porque isso do ponto de vista da boa governação ambiental é péssimo.” Carla Amado Gomes, especialista em Direito Ambiental e professora na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, acredita que, em Portugal, a participação pública em projetos com grandes impactes ambientais tem sido descartada. É um formalismo que se segue à tomada de decisão política, diz.

26 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Luís Lima: “Não há coragem política para tomar posse das casas devolutas”

Luís Lima é um homem do mercado. Preside à da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), à Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa (CIMLOP), e ocupa outros cargos no setor imobiliário e da construção. Numa altura em que proprietários e investidores vêm o seu património valorizado, no melhor período desde a crise de 2008, atravessamos, ao mesmo tempo, a maior carência de habitação a preços acessíveis das últimas décadas. Pode dizer-se que a crise da habitação de uns é a oportunidade de fazer dinheiro de outros?

24 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Cordeiro Santos: “A Nova Geração de Políticas de Habitação é um estímulo fiscal aos senhorios”

Entre 1987 e 2011, o Estado central gastou 7 mil milhões de euros em bonificações de juros no crédito à habitação (um apoio estatal que reduz o custo do empréstimo e o torna mais barato e acessível), o que equivale a 73,3% de toda a despesa com políticas públicas de habitação durante esses 25 anos. O resultado está à vista: a percentagem de famílias a viver em casa própria subiu de 57%, em 1981, para 75%, em 2011; em 2015, apenas 2% dos 6 milhões de casas em Portugal eram públicas. Para Ana Cordeiro Santos, economista e investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, o Estado português demitiu-se totalmente da “garantia de uma oferta pública de habitação”. E agora que o atual governo lançou a Nova Geração de Políticas de Habitação, com o objetivo de resolver a crise, a coordenadora do livro “A nova questão da habitação em Portugal” diz que é mais do mesmo: “políticas de estímulo fiscal dirigidas aos senhorios para promover o mercado de arrendamento (…) está-se a tentar bonificar as rendas dos senhorios.”

21 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Manuel Margarido Tão: “O Ferrovia 2020 é uma coleção de remendos”

Manuel Margarido Tão, especialista em transportes e planeamento regional, não acredita nas intenções dos governantes para a ferrovia nacional: “Houve, deliberadamente, uma vontade de distorcer a mobilidade e focalizá-la no transporte rodoviário para que depois essa mobilidade ficasse cativa de grupos económicos apoiados pelo Poder e pelas direções dos partidos políticos”, acusa. Defende a construção de uma nova Linha do Norte, critica o abandono do projeto de alta velocidade pelos sucessivos governos e acha uma “aberração” a ponte aérea Lisboa-Porto, bem como a falta de ligações de caminhos-de-ferro a Espanha. Para o professor da Universidade do Algarve, só o investimento estrangeiro, com a entrada de operadores europeus, fruto da liberalização do transporte ferroviário de passageiros, poderá salvar a ferrovia em Portugal.

19 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Miguel Jerónimo: “As áreas protegidas existem, sobretudo, no papel”

As áreas protegidas impediram um “certo terrorismo ambiental”. Sem elas, provavelmente, hoje já não existiria uma Ria Formosa e a Costa Alentejana seria “um novo Algarve”, diz o arquiteto paisagista Miguel Jerónimo, membro da direção da associação ambientalista GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente. Mas o modelo é, sobretudo, proibitivo. “Os únicos recursos que as áreas protegidas têm é, eventualmente, passar multas; tornam mais difícil, para um investidor, usar certas práticas insustentáveis. Mas elas continuam a acontecer.” Uma entrevista sobre a reforma da floresta aprovada na atual legislatura, conservação da natureza e gestão das áreas protegidas.

17 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Conceição Margalha: “Tem que haver legislação que obrigue os médicos a ficar no SNS”

Numa entrevista sobre o Serviço Nacional de Saúde, a presidente da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Conceição Margalha, defende mais incentivos à ida de médicos para regiões onde fazem falta: regresso das vagas preferenciais ou protocoladas – que terminaram com o anterior governo, em 2015; benefícios para os médicos internos que ocupem vagas em hospitais carenciados na sua área de especialidade e incentivos à mobilidade e formação em hospitais de referência em troca da permanência no hospital carenciado após a especialidade.

14 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Rosário Macário: “Os veículos privados estão 90% do tempo parados. É dos maiores desperdícios de recursos”

Rosário Macário é doutorada em Sistemas de Transportes no Instituto Superior Técnico, professora e coordenadora do Mestrado em Planeamento e Operação de Sistemas de Transportes no mesmo instituto e administradora não executiva da consultora TIS – Transportes, Inovação e Sistemas. Nesta entrevista, fala sobre mobilidade nos centros urbanos; o uso do carro privado em detrimento de transportes coletivos ou partilhados; a descentralização da gestão para as autarquias, que não foi acompanhada pela contratação de técnicos competentes; a redução do preço dos passes únicos que, diz, foi calendarizada para acontecer perto das eleições; e, ainda, o papel da iniciativa privada nos transportes coletivos.

12 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Victor Reis: “Quando saí do IHRU, tinha 18 milhões de euros parados que o Ministério das Finanças não deixou gastar”

“Quando saí do instituto, tinha 18 milhões de euros parados, que eles não deixaram gastar. E que eu sei que, um mês depois de me ter vindo embora, o Ministério das Finanças levou o dinheiro todo. Não ficou um cêntimo.” O ex-presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (2012-2017) fala sobre as cativações do atual governo, a falta de dinheiro para a implementação de políticas públicas de habitação, o aumento de rendas sociais na última década, a Nova Geração de Políticas de Habitação, anunciada pelo governo, e a aprovação da Lei de Bases da Habitação.

10 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Helena Amaro: “O que mais causa sensação de burnout é a mobilidade”

Nesta entrevista, conversamos com Helena Amaro, doutoranda em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e pelo CHAIA – Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora. Falámos sobre a dependência e os apoios ao veículo particular em detrimento dos transportes públicos, da descentralização da gestão dos transportes, da acessibilidade fora dos centros urbanos e da mobilidade como fator de ascensão social.

7 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Paiva Nunes: “O SNS está a transformar-se no serviço dos pobrezinhos”

Nunca como em 2018 houve tantas cirurgias no Serviço Nacional de Saúde, mas pela primeira vez em mais de uma década os hospitais públicos operaram menos. Porque é que isto acontece? Uma entrevista com a médica internista e porta-voz do Movimento SNS in Black, Ana Paiva Nunes, sobre o Serviço Nacional de Saúde, a sua dependência dos privados, a contratação de profissionais e a gratuitidade da saúde.

5 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Valter Hugo Mãe: “Ó António Costa, onde é que está o Governo da Cultura?”

Entrevista gravada ao vivo, durante o festival Paredes de Coura, com o escritor Valter Hugo Mãe, sobre literatura, cultura, feminismo e racismo. Uma conversa com o autor de livros como “o remorso de baltazar serapião”, vencedor do Prémio Literário José Saramago em 2007; “a máquina de fazer espanhóis”, que venceu o Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano e o Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano, em 2010, ou os mais recentes “A desumanização”, de 2013, e “Homens imprudentemente poéticos”, de 2016.

3 Setembro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Sabem o que é o lítio? É um metal político”, Carlos Leal Gomes

Porque é que o lítio se tornou tão importante em Portugal? De onde deve vir? Os planos do Governo são uma boa notícia para quem mora nos locais concessionados para prospeção ou exploração? São viáveis? Que custos sociais e ambientais têm? Debatemos estas questões no dia 15 de agosto, ao vivo no festival Paredes de Coura, com a ativista Maria Carmo Mendes, a geóloga e ativista Teresa Fontão, o antigo diretor-geral de Energia e Geologia, Mário Guedes, e o geólogo e professor universitário Carlos Leal Gomes.

29 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Brasil

Ricardo Galvão: “Bolsonaro foi eleito com uma contribuição muito grande dos madeireiros da Amazônia”

Ricardo Galvão foi exonerado do cargo de diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) no mesmo mês em que a Amazônia se esvai em chamas. O engenheiro e físico liderava a instituição pública que mede o desmatamento da Amazônia mas, a um ano e meio do fim do mandato, foi afastado por rebater as críticas e acusações do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que o acusa de publicar dados falsos. Em entrevista ao Fumaça, fala sobre a forma como os governos do Brasil têm tratado a floresta tropical mais importante do Planeta.

27 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Em Portugal, o mercado não suportará a produção artística. É impossível”, Elisabete Paiva

É imenso o hiato entre a qualidade e diversidade dos profissionais da cultura em Portugal e o financiamento que lhes é disponibilizado, acredita Elisabete Paiva, produtora e programadora. O problema ao nível autárquico e estatal – disse-lhe, algumas vezes, a experiência – não é a falta de dinheiro, mas de visão. A multi-instrumentista e compositora Ana Bento conta como é, por vezes, dura a vida de quem “só” vive da arte e, por escolha, não é nómada. Um debate ao vivo, no Festival Bons Sons, para pensar os principais temas das eleições de outubro.

22 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Debate: “Viver no interior rural é mais caro que no centro da cidade”, Maria do Carmo Bica

Para Rogério Roque Amaro, professor universitário, especialista em economia social, o Interior “são todos os territórios que o capitalismo marginalizou, para marcar a sua lógica de crescimento”.
Maria do Carmo Bica, engenheira agrícola, não andará muito distante da análise, quando olha para a forma como os poderes locais fomentam nesses territórios a criação de emprego: “Temos os municípios a instalar parques industriais para capital estrangeiro que vem à procura de mão-de-obra barata. Não é isso de que precisamos no Interior.” De que precisa afinal, quem não vive no litoral urbano? Da regionalização? De mais organizações de base comunitária? De mais Estado? De serviços públicos?

Um debate ao vivo no Festival Bons Sons 2019 para pensar os principais temas das eleições de outubro.

20 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Helena Roseta: “António Costa queria vender os bairros municipais todos”

Em entrevista ao Fumaça, a ex-vereadora da Habitação da cidade de Lisboa (2009-2013), ainda deputada à Assembleia da República como independente nas listas do PS, e presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, admite que falhou ao não prever as mudanças no mercado imobiliário. Explica que foi António Costa, à época presidente da Câmara Municipal, quem pressionou para “alienar o mais possível” o património da capital.

15 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Legislativas 2019

Ana Gomes: “Pedi licença sem vencimento para não perder o pio”

Diplomata de carreira desde 1980, Ana Gomes suspendeu funções, em 2003, para se dedicar à política partidária. Filiou-se no PS e foi eleita eurodeputada em 2004. Reeleita por duas vezes, em 2009 e 2014, só deixou o Parlamento Europeu em julho passado, após 15 anos. Numa entrevista na festa do terceiro aniversário do Fumaça, ao vivo e ao ar livre, falamos sobre incompatibilidades e conflitos de interesses, a regulação do lobby, transparência e corrupção.

8 Agosto 2019

reportagem > dois pontos

Trabalho

Cristina, levantada do chão

Cristina Tavares, operária corticeira, diz que nunca pediu a atenção mediática a que foi votada quando denunciou a empresa que a tentava vencer pelo cansaço: despediu-a duas vezes, foi condenada por assédio e ofereceu-se para pagar a sua saída. Ainda assim, Cristina não desistiu de provar que ali havia trabalho para ela. Esta é a história da luta de uma mulher pelo seu posto de trabalho.

1 Agosto 2019

entrevista > é apenas fumaça

Colonialismo

Mia Couto: “O paradoxo é que o cimento da identidade moçambicana é a língua portuguesa”

Em Moçambique, pouco se fala da guerra, diz Mia Couto. Se se julgasse pela oralidade, achar-se-ia que ela nunca existiu (ou que se esqueceu). “Esquecemos da escravatura, esquecemos do tempo colonial, esquecemos da Guerra Civil.” Caberia, então, à literatura ser a chave para visitar esse falso vazio calado dentro de cada um. Nascido há 64 anos, na Beira, Mia Couto escreve em português, a sua língua-mãe, num país onde menos de metade da população a fala. Ele não poderia escrever noutra língua, diz, mas é por condições estruturais de uma sociedade pós-colonial que nenhum dos escritores que conhece o faz.

25 Julho 2019

extras

União Europeia

Debate: refugiados na Europa. Com Miguel Duarte, Juan Branco e Michele Cinque

Debate organizado pelo colectivo HuBB – Humans Before Borders com a presença do advogado Juan Branco, o ativista Miguel Duarte, investigado por ajuda à imigração ilegal, e Michele Cinque, realizador do documentário “Iuventa”.

20 Julho 2019

entrevista > é apenas fumaça

Wikileaks

Juan Branco: “O jornalismo de Julian Assange é muito mais radical do que o de qualquer jornalista”

Sete anos depois de Julian Assange ter entrado na embaixada do Equador, em Londres, como exilado político, o jornalista e co-fundador da Wikileaks foi removido à força e detido por autoridades britânicas, com a conivência do governo equatoriano. Pouco mais de um mês depois, as autoridades judiciais norte-americanas apresentaram 17 novas acusações contra ele, incluindo a de crime de espionagem, por a Wikileaks ter revelado centenas de milhares de documentos confidenciais sobre os abusos militares cometidos pelos Estados Unidos. Se for condenado por tudo o que é acusado, Assange arrisca uma pena de 175 anos de prisão. Será que vai ser extraditado? Para Juan Branco, um dos seus advogados, “a extradição de Julian Assange é um problema político, antes de ser um problema jurídico”. Vê aqui a entrevista.

18 Julho 2019

entrevista > é apenas fumaça

Refugiados

Juan Branco: “O objetivo é enviar políticos que jogaram com a vida de pessoas vulneráveis para a prisão”

Desde 2014, mais de 18 mil pessoas morreram afogadas ao tentar atravessar o Mar Mediterrâneo. Juan Branco e Omer Shatz, advogados, acreditam que essas mortes foram causadas “conscientemente” por decisores da UE “com o objetivo de impedir a travessia humanitária”. Em junho, submeteram uma ação legal no Tribunal Penal Internacional, acusando líderes políticos europeus de crimes contra a humanidade. Juan Branco é advogado de direito penal internacional, doutorado em Direito Internacional pela Escola Normal Superior de Paris e faz ainda parte da equipa de defesa de Julian Assange e da Wikileaks.

18 Julho 2019

entrevista > é apenas fumaça

Estado Social

Joaquim Ribeiro, sobre cuidadores informais: “Nunca sabia quando o meu dia terminava”

Quem trata de uma pessoa dependente, a tempo inteiro, sem poder sair de casa, tem vida para além de cuidar? “Não.” Joaquim Ribeiro é perentório. Zelou a mãe durante cinco anos – todos os dias, sem férias, nem feriados. Tempo em que prestou cuidados sem nenhuma compensação ou ajuda monetária; tempo sem um trabalho formal, que não entrará nas contas da sua reforma. O estatuto para os cuidadores informais é um ponto de partida para melhorar a vida de muita gente, ainda não de toda.

11 Julho 2019

entrevista > é apenas fumaça

Festival Política

Nuno Belchior: “Estamos a definir uma Política Agrícola Comum que está a destruir tudo”

O novo Parlamento Europeu, a futura Comissão e os Estados-membros têm em mãos a revisão da Política Agrícola Comum (PAC) pós-2020. Quem tem ganho com a mais antiga e dispendiosa política pública contínua da União? Nuno Belchior, agricultor, e Tito Rosa, engenheiro agrónomo, debatem os lados positivos e negativos da PAC, na última edição do Festival Política, que aconteceu a 1 de Junho no Teatro Garcia de Resende, em Évora.

13 Junho 2019

entrevista > é apenas fumaça

Festival Política

Ghalia Taki: “Portugal depende da sociedade civil para acolher refugiados, não é o Governo”

Ghalia Taki fugiu da Síria para o Gana e depois para Portugal. Quando chegou ao país, em 2014, ficou detida no aeroporto de Lisboa durante vários dias com o seu marido, o filho menor e a mãe. Hoje, é intérprete e mediadora no Serviço Jesuíta aos Refugiados e no projeto LAR. Nesta entrevista, conta a sua história e descreve os obstáculos à integração de refugiados em Portugal e na Europa.

6 Junho 2019

especial

Eleições Europeias 2019

Análise: Manuel Dias dos Santos e Riccardo Marchi sobre extrema-direita e populismos

Na noite das eleições europeias de 2019, Manuel Dias dos Santos, sociólogo e historiador, e Riccardo Marchi, historiador, analisaram de que forma o crescimento da extrema-direita e dos populismos condicionaram a campanha eleitoral e vão moldar, ou não, a ação do Parlamento Europeu nos próximos anos.

30 Maio 2019

especial

Eleições Europeias 2019

Análise: José Luís Monteiro e Sofia Oliveira sobre Alterações Climáticas e Ambiente

Na noite das eleições europeias de 2019, Sofia Oliveira, da Greve Climática Estudantil, e José Luís Monteiro, da Oikos, analisaram de que forma as alterações climáticas e o ambiente condicionaram a campanha eleitoral e vão moldar, ou não, a ação do Parlamento Europeu nos próximos anos.

30 Maio 2019

especial

Eleições Europeias 2019

Análise: Diaby Abdourahamane e Rita Gaspar sobre a Europa Fortaleza

Na noite das eleições europeias de 2019, Rita Gaspar, ativista na Humans Before Borders, e Diaby Abdourahamane, refugiado da Costa do Marfim em Portugal, desde 2007, e fundador da Associação dos Refugiados em Portugal, analisaram de que forma as políticas migratórias e de ajuda a refugiados moldaram a campanha eleitoral e vão moldar, ou não, a ação do Parlamento Europeu nos próximos anos.

30 Maio 2019

Séries > Aquilo é a Europa

Aquilo é a Europa

Parte 3: Paolo

Em 2017, Paolo Borromeo viu um anúncio sobre Vistos Gold, em Portugal, e enviou um email a David Poston, a perguntar como funcionava o programa. Foi aí que tudo começou. Hoje, detém um apartamento na Baixa de Lisboa, um prédio no Bairro Alto e a autorização de residência que tantos imigrantes indocumentados desesperam por receber.

21 Maio 2019

Séries > Aquilo é a Europa

Aquilo é a Europa

Parte 2: Abid

Em fevereiro de 2016, Muhamad Abid Khan veio do Paquistão para a Europa, para poder oferecer uma vida mais segura à sua família. Mas só em novembro de 2018 conseguiu obter a autorização de residência que lhe permite residir legalmente em Portugal. Pelo caminho, ficou três anos sem poder ver as filhas. Como ele, milhares de imigrantes indocumentados esperam anos por uma resposta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

21 Maio 2019

Séries > Aquilo é a Europa

Aquilo é a Europa

Parte 1: Mory

Quando Mory Camara fugiu da Guiné-Conacri nunca pensou vir para a Europa, queria apenas estar em segurança. Um ano e meio depois, atravessava o Mar Mediterrâneo pela quarta vez, depois de meses de tortura e escravatura na Líbia. Foi resgatado pela Sea Watch com mais 46 refugiados, a 19 de janeiro de 2019. Mas a sua viagem não acabou aí.

21 Maio 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

Bas Eickhout, eurodeputado: “Devíamos tratar a indústria dos combustíveis fósseis como tratamos a do tabaco”

Ano após ano, as emissões globais de gases com efeito de estufa batem recordes. A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera nunca foi tão elevada – a última medição supera qualquer outro valor em 400 mil anos. Neste cenário à escala global, a Europa tem planos para inverter este caminho. Ainda assim, as emissões per capita dos 28 são superiores à média mundial. O que a UE está a fazer é suficiente? O que condiciona as decisões políticas sobre um assunto que muitos cientistas e ativistas deixaram, há muito, de considerar técnico e vêem como matéria política? Falámos com o eurodeputado Bas Eickhout, candidato do Partido Verde Europeu à Comissão Europeia.

18 Maio 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

João Mineiro, Riccardo Marchi e Thais Dornelles sobre populismos, nacionalismos e fascismos

Vozes que se dizem antissistema têm explorado uma clivagem entre uma ideia de povo e uma ideia de elite. Apoiados no medo, canalizando frustrações e revoltas de quem se sente alheado da globalização, o inimigo do populismo varia: ora imigrantes, refugiados e minorias que “invadem” um lugar seguro, ora a corrupção que entorpece uma democracia em que a elite política ou económica governa para si… Foi sobre estes discursos que falamos com o sociólogo João Mineiro, o historiador Riccardo Marchi e a ativista Thais Dornelles no Festival Política, em Lisboa.

16 Maio 2019

Séries > Dá-lhe Gás

Dá-lhe Gás (4/4)

O vício da Europa

O governo de António Costa quer que Portugal seja a porta de entrada, na Europa, do gás de fracking norte-americano. A União Europeia injeta milhares de milhões de euros nos negócios do gás natural, subsidiando projetos faraónicos. Mas há muitas pessoas a querer travar a proliferação da indústria petrolífera, seja nas lutas contra os furos de gás de Alcobaça e Bajouca ou nas greves estudantis pelo clima.

14 Maio 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

Carlos Coelho: “O Fidesz devia ter sido expulso do Partido Popular Europeu”

A menos de três semanas de eleições europeias, publicamos uma entrevista com Carlos Coelho, eurodeputado pelo PSD e 7º lugar na lista do partido para as eleições. Falámos sobre as violações aos princípios fundamentais da UE que vários países têm implementado; o estado atual do espaço Schengen; a resposta da Europa à crise de refugiados; e a “Europa Fortaleza” que a União tem construído ao longo do tempo.

9 Maio 2019

Séries > Dá-lhe Gás

Dá-lhe Gás (3/4)

A padeira da Bajouca

A Australis foi a Aljubarrota e à Bajouca apresentar-se ao povo. Como vão ser feitos os furos e de que forma? E como apareceu nos contratos a referência à técnica de fraturação hidráulica (fracking)? Que promessas fez a empresa? Há medo de que as águas sejam contaminadas e de que haja impactos negativos na agricultura. Na Bajouca, a maioria da população está contra o furo – e mostra-o.

7 Maio 2019

Séries > Dá-lhe Gás

Dá-lhe Gás (2/4)

O mini-mercado do Soares

Em outubro de 2018, a Australis Oil & Gas anuncia mais um furo, desta vez na Bajouca, no concelho de Leiria. Os Estudos de Impacte Ambiental avançam. Mas na freguesia ninguém sabia de tais planos. Ou será que sabia? Afinal, quem é esta empresa, o que quer fazer em Portugal e como tem sido recebida por populações, ambientalistas e autarcas?

30 Abril 2019

entrevista > é apenas fumaça

45 anos da Revolução

Fábio Monteiro: “Sem a morte das pessoas no 25 de Abril a PIDE não teria caído”

O livro “Esquecidos em Abril” é uma investigação do jornalista Fábio Monteiro sobre as pessoas assassinadas no 25 de Abril de 1974. Quatro morreram às mãos da PIDE – João Arruda, 20 anos, estudante; Fernando dos Reis, 23 anos, soldado; José Barneto, 38 anos, escriturário; Fernando Giesteira; 17 anos, empregado de mesa. Mas morreram também duas pessoas às mãos dos soldados revolucionários: António Lage, 32 anos, funcionário da PIDE/DGS e Manuel Costa, 25 anos, agente da PSP. Falamos sobre as suas histórias e o mito da revolução sem sangue.

25 Abril 2019

Séries > Dá-lhe Gás

Dá-lhe Gás (1/4)

O jardim da Celeste

Três anos após o Estado ter concessionado milhares de quilómetros de subsolo à petrolífera Australis, Maria Celeste descobre que querem fazer um furo de prospeção de gás natural à porta de sua casa, em Aljubarrota, Alcobaça. Nunca a avisaram. Longe dos olhares, os terrenos já tinham sido vendidos. O que deixaram na região as petrolíferas que, durante décadas, procuraram petróleo e gás no Oeste?

22 Abril 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

Eugénia Pires: “O euro chegou aos seus limites. Não vai ser nunca possível ir além disto”

Vinte anos depois do lançamento do euro, quais as consequências de uma moeda comum a 19 países? Que impactos tem em estruturas produtivas e balanças comerciais tão distintas? Quem saiu a ganhar? Eugénia Pires, economista e ativista da Iniciativa para uma Auditoria Cidadã à Dívida, acredita que o projecto da moeda única serviu os grandes grupos económicos exportadores, cujo capital acumulado não repassa para o dia-a-dia dos cidadãos. “Na Alemanha, os trabalhadores também não têm beneficiado do euro.” Falamos sobre a entrada e saída do euro, sobre as oportunidades, as desigualdades, sobre a crise da dívida de 2008, os desejos de união política e um orçamento comum da Zona Euro. O que é ainda possível fazer na moeda única? Deve-se considerar o seu fim?

18 Abril 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

Marisa Matias: “Metade do muro do Trump já existe na União Europeia”

Esta semana temos como convidada Marisa Matias, eurodeputada portuguesa pelo Bloco de Esquerda e presidente da Delegação para as Relações com os Países do Maxereque (Egito, Jordânia, Líbano e Síria) no Parlamento Europeu.

Falamos sobre a “fortaleza” que a União Europeia está a construir, a venda de armas de que muitos países europeus beneficiam, a responsabilidade da Europa nas guerras e na destruição de países africanos e do Médio Oriente, a resposta da UE à crise de refugiados, a criminalização das ONGs de resgate e as recentes alterações à lei de estrangeiros em Portugal.

16 Abril 2019

reportagem > dois pontos

Brasil

Bolsonaro: um mito em crise permanente (2/2)

Não foi só a crise económica e o desgaste de tantos anos no Poder do Partido dos Trabalhadores que levou Bolsonaro ao Palácio do Planalto. O “mito” – como lhe chamam os seus apoiantes – cresceu apoiado numa guerra de costumes e isso deu-lhe mais força que tudo. Será a guerrilha ideológica constante suficiente para governar um país do tamanho e com a complexidade do Brasil? Resistirá Bolsonaro aos casos e polémicas quase diários em que o seu governo se vê mergulhado, numa espécie de crise permanente?

11 Abril 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Europeias 2019

Claude Moraes, eurodeputado: “O conceito de ‘fortaleza europeia’ sempre existiu”

Enquanto a Europa parece, a cada legislação, solidificar a “fortaleza” de que está rodeada, deixando de fora quem foge da morte, as travessias têm ficado cada vez mais perigosas. Segundo a Organização das Nações Unidas, se, em 2015, uma em cada 42 pessoas que tentaram atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa morreu, em 2018, o número era de uma em cada 18. Mais de duas mil desapareceram; seis por dia.

No dia 28 de março, entrevistámos Claude Moraes, eurodeputado britânico, do Partido Trabalhista. Foi eleito pela primeira vez em 1999, e é presidente, desde 2014, da Comissão de Liberdades Cívicas, Justiça e Assuntos Internos, onde a legislação sobre refugiados tem sido discutida. Claude é, ele próprio, imigrante, e tem trabalhado sobre questões de refugiados e migrações desde que iniciou a sua vida política. Falámos sobre os muros que a Europa tem construído, o aumento de poderes da Frontex, o acordo da UE com a Turquia sobre refugiados, a perseguição a ONGs de resgate de pessoas no Mar Mediterrâneo e o Brexit. Ouve aqui.

9 Abril 2019

reportagem > dois pontos

Brasil

Bolsonaro: um mito em crise permanente (1/2)

Como chegou Bolsonaro ao Poder? Recuamos uns bons anos para perceber como o “mito” se tornou o novo presidente do Brasil. Durante décadas uma personagem sem qualquer relevância política, foi-se agigantando até conseguir sentar-se no Palácio do Planalto, a sede do poder executivo federal brasileiro.
Ao mesmo tempo que lidera um governo errático e atolado em recuos e escândalos semanais, o militar na reserva segura bem alto o estandarte da guerra cultural que o ajudou a eleger. Como vive o país entre este fenómeno pop, meio carnavalesco, e uma percepção de crise política e institucional permanente?

4 Abril 2019

reportagem > dois pontos

Palestina

Le Trio Joubran: o oud é uma arma

Samir Joubran nasceu na Nazaré, Palestina. É um dos três irmãos que compõe a banda Le Trio Joubran, a quarta geração de tocadores de oud da família. “Eu gostava que a nossa música não fosse política”, diz, “mas enquanto a Palestina estiver ocupada, a nossa identidade musical continuará sob ocupação”. Vê aqui a reportagem.

28 Março 2019

entrevista > é apenas fumaça

Direitos LGBTI+

Anna Klobucka: “António Botto fez o primeiro coming out público em Portugal”

Passados 60 anos da morte de António Botto, relembramos o legado deste “poeta de Sodoma” que escreveu o que não podia ser dito. Entrevistamos Anna Klobucka, doutorada em Línguas e Literaturas Românicas pela Universidade de Harvard e autora de vários livros, incluindo “O mundo gay de António Botto”, publicado em 2018. Falamos sobre a sua obra poética, a perseguição homofóbica de que sofreu, a sua relação com Fernando Pessoa e a razão porque parece ter sido esquecido pelo país.

21 Março 2019

entrevista > é apenas fumaça

Violência policial na Cova da Moura

Celso Lopes: “Os PSP disseram: ‘temos que extinguir a vossa raça'”

Celso Lopes é um dos seis residentes da Cova da Moura que alega ter sido torturado na esquadra de Alfragide, na Amadora, em 2015. O caso julga agora 17 agentes da PSP por vários crimes e terá sentença anunciada no próximo 30 de abril. Nesta entrevista, conta como lhe disseram “tu vais morrer, preto do caralho”, “temos que extinguir a vossa raça”. Foi torturado, atingido com balas de borracha, pontapeado, obrigado a deitar-se numa poça com o seu próprio sangue e, para que não sofrer mais agressões, fingiu estar inconsciente.

7 Março 2019

entrevista > é apenas fumaça

PRECARIEDADE NA CIÊNCIA

Janine da Silva: “Não há qualquer proteção social para um bolseiro”

A vida laboral de milhares de pessoas que fazem investigação científica em Portugal faz-se de bolsas. Sem contrato de trabalho, sem subsídios e com quase nenhuma proteção social. Janine da Silva é uma dessas pessoas. Esta semana, falamos sobre precariedade na Ciência e de como se produz conhecimento sem estabilidade e sem direitos. Vê aqui.

28 Fevereiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Brasil

Laura Carvalho: “A prisão de Lula é uma tentativa de assassinar a utopia da Esquerda”

Laura Carvalho é um dos principais nomes da nova geração de economistas no Brasil. A professora na Universidade de São Paulo lançou, em 2018, o livro “Valsa Brasileira – do boom ao caos econômico”, que analisa as transformações pelas quais o país passou entre 2006 e 2017.

O jornalista Danilo Thomaz entrevistou a investigadora brasileira sobre três temas fundamentais, para perceber o atual momento político do país: o governo de Lula da Silva, no qual, explica, “a elite se beneficiou tremendamente“ e se “fez muito menos em termos de mudança estrutural do que se gostaria”; o mandato de Dilma Rousseff e a sua política económica; e o período pós-impeachment da presidenta, incluindo a prisão de Lula e a eleição do novo presidente, Jair Bolsonaro.

21 Fevereiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Venezuela

Mónica Gandarez: “Nem Chávez, nem Maduro são pessoas de esquerda”

Hugo Chávez tomou o poder em 1999. Nos primeiros anos 10 anos, as iniciativas sociais produziram resultados: o analfabetismo foi erradicado, a pobreza diminui drasticamente, o PIB per capita aumentou e a Venezuela tornou-se o país menos desigual da América Latina. Mas com a descida do preço do petróleo, já com Maduro, a partir de 2013, surgiu a crise económica, social e política.

Milhares de pessoas foram para as ruas. Entre fevereiro e junho de 2014, 3.300 pessoas, incluindo menores, foram detidas; foram reportados 150 casos de tratamento desumano, muitos deles de tortura; 43 pessoas foram mortas. Líderes políticos da oposição foram presos.

No passado janeiro, ao mesmo tempo que se agudiza a grave crise humanitária, Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional e líder do partido Voluntad Popular, auto-proclamou-se presidente da Venezuela. Poucos dias depois, tinha já sido reconhecido por vários países e instituições: Parlamento Europeu, a maior parte dos países da UE, Estados Unidos da América, Brasil, entre outros.

Mas que papel tem em tudo isto o petróleo venezuelano?

Nesta entrevista, falamos sobre os últimos 20 anos da política venezuelana com quem a viveu por dentro. Mónica Gandarez é venezuelana e portuguesa, formada Relações Internacionais na Universidade de Coimbra, ex-professora de Relações Internacionais e Introdução ao Mundo Islâmico na Universidade de Santamaría, em Caracas, e trabalha em desenvolvimento internacional na Academia de Código. Vê aqui.

14 Fevereiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Violência Policial

Manuel Vicente: “A Câmara do Seixal veio ao bairro da Jamaica, quase de joelhos, para que não fossemos à manifestação”

Manuel Vicente veio para o bairro da Jamaica, no Seixal, há 23 anos. Não tinha outra alternativa. Quando chegou, não havia eletricidade, não havia gás, não havia rede de esgotos, mas havia a vontade de quem não tem outro teto. Pegou em tijolos e construiu um piso novo em cima dos pisos não acabados, mas já ocupados. Desde essa altura que exige da Câmara Municipal do Seixal condições dignas de habitação e realojamento.

Nesta entrevista, falamos sobre essa luta, sobre a história e origens do bairro da Jamaica, de brutalidade policial e do processo de realojamento dos moradores.

7 Fevereiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Precariedade no jornalismo

João Torgal: “Ao longo do processo de regularização de precários, a RTP continuou a contratar ‘recibos verdes'”

João Torgal foi jornalista precário durante mais de quatro anos. Trabalhou como falso recibo verde na Antena 1, uma emissora de rádio pertencente ao grupo RTP, desempenhando exatamente as mesmas funções que vários camaradas com contratos de trabalho desempenhavam, enquanto a precariedade lhe sugava direitos laborais. Mas não foi o único. Como ele, centenas de outros trabalhadores se sujeitaram ao mesmo – dezenas são jornalistas. Neste mês de janeiro, espera a conclusão de um processo que se arrasta faz tempo, e ser, finalmente, integrado nos quadros da empresa. Ainda assim, muitos profissionais não podem dizer o mesmo. Nesta entrevista, falamos sobre o passado, o presente e o futuro do jornalismo.

24 Janeiro 2019

reportagem > dois pontos

Saúde

Diagnóstico e terapêutica de uma quase-carreira

“Diagnóstico e terapêutica de uma quase-carreira”, explica o pára-arranca negocial dos últimos 20 anos entre os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, e sucessivos governos.

17 Janeiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Brasil 2018

Guilherme Boulos: “No Brasil, tem mais casa sem gente do que gente sem casa”

No dia em que Jair Bolsonaro toma posse, publicamos a nossa conversa com Guilherme Boulos, ex-candidato à presidência nas eleições gerais brasileiras de 2018 e líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Conversámos sobre a perseguição política ao MTST – que o novo presidente ameaçou criminalizar -, das ocupações como arma política, do futuro do combate ao governo, da sua candidatura a presidente da república brasileira e da sua relação com o ex-presidente Lula da Silva e o Partido dos Trabalhadores, que gerou desconforto no seio do PSOL.

1 Janeiro 2019

entrevista > é apenas fumaça

Angola

Manuel Dias dos Santos: “João Lourenço representa a continuidade do regime”

Enquanto João Lourenço, Presidente angolano, anuncia como prioridade do seu executivo o combate à corrupção e recebe ativistas críticos da governação do seu partido (MPLA) na Casa Civil, a repressão continua em vários setores da sociedade angolana. Estamos perante um novo regime ou, apenas, a continuação da governação de José Eduardo dos Santos, ex-Presidente durante quase 38 anos? Conversámos com Manuel Dias dos Santos, sociólogo, historiador, membro fundador e porta-voz da Plataforma de Reflexão Angola.

21 Dezembro 2018

reportagem > dois pontos

James Baldwin. Ninguém sabe o meu nome.

James Baldwin, escritor norte-americano, ativista anti-racista, anti-colonialista e anti-imperialista, morreu a 1 de dezembro de 1987. Baldwin foi um dos mais influentes artistas da sua geração e uma das personalidades mais relevantes do movimento pela igualdade dos direitos civis nos Estados Unidos da América, nas décadas de 50 e 60. Passados 31 anos da sua morte, relembramos a sua vida e obra.

6 Dezembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Exame de Acesso à Especialidade Médica

João Costa Pedro: “Há muita gente em ansiolíticos. Cafeína é o mínimo que se faz.”

Este ano, 2341 médicos recém-formados fizeram a Prova Nacional de Avaliação e Seriação, que dita o seu destino na escolha da especialidade e do estabelecimento onde continuarão a sua formação, nos anos seguintes. O problema é que só existiam 1665 vagas. Ficaram de fora 676 pessoas. Para conseguir um lugar, é preciso uma boa nota no exame – chamado de Harrison, por ser o nome do livro de referência para o teste. Há quem estude durante um ano, mais de 12 horas por dia. Muitos, recorrendo a cafeína e antidepressivos.

29 Novembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Brutalidade policial na Cova da Moura

José Semedo Fernandes: “As nossas forças policiais agem como agia a PIDE”

Em julho de 2017, 18 agentes da PSP foram acusados pelo Ministério Público, numa imputação sem precedentes, dos crimes de falsificação de documento agravado e denúncia caluniosa e de tortura, sequestro, injúria e ofensa à integridade física qualificada, agravados pelo ódio e discriminação racial, contra seis residentes do Bairro da Cova da Moura, na Amadora. José Semedo Fernandes é um dos elementos da equipa de advogados dos ofendidos no processo que agora julga 17 desses 18 agentes. Falou-nos sobre o que se passou a 5 de fevereiro de 2015 – o dia em que tudo isto aconteceu -, da brutalidade policial em vários bairros da periferia de Lisboa, que os torna “zonas de exceção”, e de racismo institucional.

20 Novembro 2018

reportagem

Aborto

O corpo delas, as regras deles

Em Portugal, o acesso ao aborto seguro é feito sem restrições até à décima semana de gestação. Mais de 60% da população mundial continua sem acesso a este procedimento médico. Fomos o único órgão de comunicação social português presente na conferência da Campanha Internacional pelo Direito das Mulheres ao Aborto Seguro, realizada em Lisboa, em setembro de 2018. Falámos com ativistas das Honduras, Irlanda, Filipinas e Brasil para fazer o ponto de situação legal da interrupção voluntária da gravidez no planeta.

15 Novembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Urbanismo

Patrícia Santos Pedrosa: “As cidades têm que ser diversas e conscientes da diversidade”

Conversamos com Patrícia Santos Pedrosa, arquiteta, feminista e fundadora da associação Mulheres na Arquitectura, sobre o modo como o desenho e a construção do espaço público pode potenciar a violência de género na cidade e o próprio acesso e uso da urbe por todas as pessoas.

8 Novembro 2018

atualidade

Palestina

Hamas e Autoridade Palestiniana torturam e prendem

Um relatório da Human Rights Watch publicado na semana passada, a 23 de outubro, relata detenções e tortura a dissidentes políticos, incluindo jornalistas e ativistas, cometidos pela Autoridade Palestiniana e pelo Hamas.

2 Novembro 2018

atualidade

Ambiente

Galp e ENI desistem do furo de petróleo em Aljezur

A Galp e a ENI não vão furar o mar de Aljezur em 2019, como queriam. A oposição dos movimentos ambientalistas e as ações em tribunal travaram a intenção das petrolíferas. As empresas denunciaram o contrato de concessão e o Algarve está, por agora, livre de petróleo.

2 Novembro 2018

atualidade

Eleições Brasil 2018

Cristina de Branco: “O que vem aí é muito obscuro”

Cristina de Branco, antropóloga, filha e neta de exiladas políticas da ditadura militar brasileira: “Como é que será ter um presidente abertamente misógeno, homofóbico, racista, num país que tem uma taxa de feminicídio altíssima, e que tem uma taxa de violência homofóbica altíssima, e no qual existe um genocídio negro indígena em curso… A gente vê muita sombra, realmente”

2 Novembro 2018

atualidade

Eleições Brasil 2018

Extrema-direita conquista o Poder no Brasil

Jair Bolsonaro venceu as eleições brasileiras com 55% dos votos válidos. Fernando Haddad, o candidato derrotado, teve 45% da votação. O Brasil acaba de eleger como presidente um racista, homofóbico, machista, xenófobo, defensor da tortura e da ditadura.

2 Novembro 2018

atualidade

Especial

Eleições Brasil 2018: Segundo Turno

É o tudo ou nada nas eleições gerais no Brasil. Disputado entre os candidatos Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal, e Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, este segundo turno promete ficar na história do maior país da América do Sul. Segue as últimas informações, ao minuto, na nossa conta no Twitter e no nosso Facebook. Aqui, podes acompanhar tudo […]

28 Outubro 2018

entrevista > é apenas fumaça

AMBIENTE E POPULAÇÕES INDÍGENAS

Nicole Oliveira: “O Brasil está à venda”

Conversamos com Nicole Oliveira, diretora para a América Latina na 350.org, sobre Ambiente, a desflorestação da Amazónia, o poder da bancada ruralista no Brasil, a prospeção de gás natural e petróleo, o genocídio das populações indígenas e as eleições gerais brasileiras, que poderão tornar presidente alguém que promete “botar um ponto final em todo o ativismo no Brasil”.

25 Outubro 2018

entrevista > é apenas fumaça

DIREITOS LGBTI+

Linn da Quebrada: “A mulheridade no Brasil, hoje, significa resistência, significa força”

A música é uma arma. Faz pensar. E é isso mesmo que Linn da Quebrada, 28 anos, artista multimédia brasileira quer provocar com o funk-manifesto das suas canções. Questiona o que é ser mulher, as masculinidades tóxicas, a violência do machismo e como se podem reinventar as noções de corpo e género. É cara e alma do documentário Bixa Travesty, de Claudia Priscilla e Kiko Goifman, premiado no Festival Internacional de Cinema de Berlim. Deu vários concertos em Portugal durante a turné europeia do seu disco Pajubá, lançado em 2017, e falou connosco no passado dia 10, na Galeria ZDB, em Lisboa.

18 Outubro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Brasil 2018

Danilo Thomaz: “Os governos de Lula e Dilma não fizeram absolutamente nada pelos gays”

A duas semanas do segundo turno das eleições gerais brasileiras, conversamos com Danilo Thomaz, jornalista e coordenador de comunicação da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty. Falámos sobre os erros do Partido dos Trabalhadores durante os governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff, a ameaça autoritária de Jair Bolsonaro, a violência durante a campanha, que já fez mais de 70 vítimas, e a homofobia e transfobia no Brasil.

16 Outubro 2018

atualidade

Eleições Brasil 2018

Debate sobre o primeiro turno das eleições brasileiras

No dia seguinte ao primeiro turno das eleições brasileiras, analisámos a vitória de Bolsonaro, o desempenho do Partido dos Trabalhadores, e o que poderá acontecer até ao dia 28, data da segunda volta. Convidámos Débora Dias, de Fortaleza, no Ceará, doutorada em História Contemporânea, pela Universidade de Coimbra; Marcos Lacerda, de São Paulo, ex-diretor do Centro da Música da Funarte/Ministério da Cultura do Brasil e Maíra Zenun, do Rio de Janeiro, doutoranda em Sociologia, pela Universidade Federal de Goiás e coordenadora da Mostra Internacional de Cinema na Cova, na Amadora.

11 Outubro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Saúde Mental e SNS

Ana Matos Pires: “A falta de investimento na saúde mental foi uma decisão política”

A propósito do Dia Mundial da Saúde Mental, temos como convidada Ana Matos Pires, psiquiatra, Diretora do Serviço de Psiquiatria da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo e presidenta da Associação ARIS da Planície. Conversámos sobre as décadas falhadas de políticas públicas de saúde mental – a sua opinião, tivemos os planos de ação certos, mas ficaram no papel. Falamos ainda sobre o futuro do Serviço Nacional de Saúde e da nova Lei de Bases da Saúde, que está em revisão neste momento.

9 Outubro 2018

reportagem

Direito à Habitação

Bairro 6 de Maio: ordem para dividir

No dia 5 de setembro, dezenas de residentes do Bairro 6 de Maio ocuparam o Instituto de Habitação e Requalificação Urbana, em Lisboa, durante mais de cinco horas, exigindo realojamento digno para quem será despejado e verá a sua casa demolida. Neste episódio de Na Rua, ouvimos as histórias de algumas das pessoas que lá estiveram.

4 Outubro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Marielle Franco e Brasil

Mônica Benício: “O assassinato de Marielle Franco foi um recado claro de um Estado fascista”

Quem matou Marielle Franco? Conversamos com Mônica Benício, viúva de Marielle e ativista pelos Direitos Humanos. Falamos sobre a investigação do assassinato da ex-vereadora, do seu legado político, da intervenção militar no Rio de Janeiro, e da importância do movimento feminista brasileiro contra o candidato Jair Bolsonaro.

2 Outubro 2018

entrevista > passos perdidos

recibos verdes e precariedade

José Soeiro: “Há um boicote total dos reitores ao programa de regularização de precários”

O deputado do Bloco de Esquerda, que há muito dá a cara contra a precariedade, fala da entrada em vigor, a 1 de janeiro de 2019, do novo regime contributivo dos trabalhadores independentes. Analisam-se as mudanças na lei, o que fazer para combater os falsos recibos verdes e tenta perceber-se porque está atrasado o programa de regularização dos precários do Estado.

29 Setembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Brasil 2018

José Roberto de Toledo: “Vamos caminhar para um segundo turno com os dois candidatos com maior taxa de rejeição”

A menos de duas semanas das eleições gerais brasileiras, as pesquisas mais recentes mostram uma polarização na sociedade brasileira que se cristaliza na escolha entre os dois candidatos com maior taxa de rejeição: Jair Bolsonaro, do Partido Social Livre, e Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores. Neste momento, parece certo, que a luta pelo segundo turno das eleições, que ocorrerá a dia 28 de outubro, será feita entre os dois. Isto, diz José Roberto de Toledo, se nada de estranho acontecer: “Por uma tradição histórica meio inexplicável, sempre acontecem factos supreendentes na última semana. Investigações do Ministério Público, prisões pela polícia federal…”. O jornalista da revista Piauí com quem conversámos esta semana acompanha as eleições brasileiras e as suas pesquisas eleitorais há 30 anos e analisa o que se vai passar a partir de agora.

27 Setembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Eleições Brasil 2018

Eric Nepomuceno: “Roubaram o país e agora não sabem o que fazer com ele”

Eric Nepomuceno viveu a ditadura do Brasil antes de se mudar para Buenos Aires, Argentina. Jornalista, escritor e tradutor de escritores como Gabriel García Márquez ou Eduardo Galeano diz que, hoje, a “situação (no Brasil) é muito próxima a um Estado de exceção”. Aos 70 anos, não tem dúvidas: “roubaram o país e agora não sabem o que fazer com ele”. Nesta entrevista, analisa as várias candidaturas à presidência nas eleições gerais brasileiras, cuja primeira volta acontecerá a 7 de outubro.

25 Setembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Comboios

Carlos Cipriano: “Não conheço nenhum serviço público ferroviário que dê lucro”

Carlos Cipriano é diretor adjunto do jornal regional Gazeta das Caldas, jornalista no Público e há muito que está atento à situação da ferrovia em Portugal. Onde começou, afinal, a degradação da rede ferroviária nacional? Serão os investimentos anunciados suficientes para devolver o bom serviço e uma lógica de rede aos caminhos de ferro?

20 Setembro 2018

entrevista > passos perdidos

Brexit

Rubina Berardo: “Um não-acordo no Brexit teria consequências graves para a comunidade portuguesa”

Rubina Berardo é uma das relatoras da Assembleia da República para o Brexit. A deputada do PSD abordou a saída do Reino Unido da União Europeia e todas as implicações que isso terá para os portugueses e portuguesas que aí vivem e trabalham.

18 Setembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Eleições e violência no Brasil

Cecília Olliveira: “O futuro não está tão bom. O Bolsonaro de hoje são muitos”

A jornalista e editora do The Intercept Brasil analisa o momento político e social: o incêndio no Museu Nacional, as eleições de Outubro – de Lula a Bolsonaro -, a morte de Marielle Franco, a relação entre milícias e políticos e a maior chaga da sociedade brasileira, a violência.

11 Setembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Cultura e apoio às artes

Nuno Lopes: “A arte é contra-poder”

O apoio à cultura é um dever do Estado? Será então a Cultura “subsidiodependente”? Serão os hospitais e as escolas “subsidiodependentes” também? Porque é que a atribuição de 1% do Orçamento de Estado para a Cultura é tão importante? Fomos ao Festival Vodafone Paredes de Coura falar de tudo isto com Nuno Lopes, ator e DJ. Na praia fluvial do Taboão, nas margens do Rio Coura, ao vivo e perante centenas de pessoas, conversámos sobre como foi fazer arte no pós-crise e com a chegada da Troika; de cultura e entretenimento e de como a sociedade Portuguesa olha para os artistas.

28 Agosto 2018

entrevista > é apenas fumaça

União Europeia

Ricardo Paes Mamede: “O euro, hoje, é um factor de perturbação na integração Europeia”

Estará o euro a revelar-se um bom negócio para alguns países e a condicionar o desenvolvimento de outros? Ricardo Paes Mamede, professor de Economia Política no ISCTE, aborda as muitas nuances da moeda única.

21 Agosto 2018

entrevista > é apenas fumaça

Racismo

Joana Gorjão Henriques: “As Polícias olham para um negro e acham que é ladrão”

Falámos com a jornalista Joana Gorjão Henriques sobre o racismo existente na sociedade portuguesa e a forma como esta ideologia impregna no nosso quotidiano, o Estado, as ruas e torna tudo mais difícil na vida das pessoas não brancas.

14 Agosto 2018

entrevista > é apenas fumaça

mobilidade e dependência automóvel

David Vale: “O problema – do ponto de vista urbanístico – é de espaço. Não há espaço para estacionar os carros”

Em 2016, entravam todos os dias em Lisboa 370 mil automóveis que se juntavam aos 160 mil dos residentes da cidade. São mais de meio milhão de veículos. Para David Vale, especialista em mobilidade e planeamento urbano e professor na Faculdade de Arquitetura de Universidade de Lisboa, o problema é simples: “não há espaço” para todos estes carros.

9 Agosto 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (6/6)

Palestina, a maioria silenciada

No episódio de hoje, falamos sobre a resistência palestiniana: das Intifadas, à luta armada. Da Fatah, ao Hamas. Do BDS, à solução de um ou dois Estados.

2 Agosto 2018

entrevista > é apenas fumaça

Resistência Antifascista

Margarida Tengarrinha: “Enquanto houver exploradores e explorados, temos que ter revolução”

Margarida Tengarrinha, militante anti-fascista de 90 anos, viveu quase 20 na clandestinidade, com identidades falsas, antes do 25 de Abril. Até esse dia, foi Teresa, Leonor, Marta, Beatriz. Só com a revolução pode voltar a ser ela própria. Trabalhou com Álvaro Cunhal em Portugal e Moscovo e teve o seu companheiro, José Dias Coelho, morto às mãos da PIDE, em 1961.

31 Julho 2018

entrevista > passos perdidos

Ricardo Baptista Leite: “O nosso caminho será pela legalização plena e regulamentada”

Uma conversa com o deputado do PSD sobre a recente aprovação da utilização da canábis para fins terapêuticos e sobre a proposta que este apresentou no último congresso do partido, visando a legalização do consumo recreativo desta planta.

24 Julho 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (5/6)

Jerusalém, minha tua, de quem a ocupar

No episódio de hoje, vamos perceber a história de Jerusalém e porque parece ser o epicentro de tudo o que acontece. Vamos ainda recordar os Acordos de Oslo, a forma como eles condicionam a ocupação efetiva e ouvir o que pensa alguém que cresceu num colonato.

18 Julho 2018

reportagem

Racismo

As vítimas magoadas e a “mágoa” dos racistas

Desde que Nicol Quinayas foi agredida, no Porto, por um segurança privado da empresa 2045, na noite de São João, várias concentrações anti-racismo aconteceram no Porto, em Lisboa, em Braga. Nos meios de comunicação social pergunta-se: “Portugal é um país racista?” e há muita gente que se ofende com a questão.
E as pessoas alvo de agressões racistas? O que sentirão elas, quão magoadas estarão? Falámos com Nicol, a sua mãe e quem se manifesta contra o racismo.

17 Julho 2018

entrevista > é apenas fumaça

Direitos LGBTI+

Alice Azevedo: “Não existem dois sexos”

A ativista e feminista fala-nos de pessoas trans e intersexo, da Lei da autodeterminação da identidade e expressão de género, vetada pelo Presidente da República, e da retirada da transexualidade da classificação internacional das doenças da Organização Mundial de Saúde.

10 Julho 2018

entrevista > é apenas fumaça

Recursos hídricos

Rui Cortes sobre recursos hídricos

A seca de 2017, a poluição no Tejo, a remoção de barragens e a gestão de recursos hídricos em Portugal foram alguns dos temas sobre os quais Rui Cortes, professor na UTAD, se debruçou.

5 Julho 2018

atualidade

Furo de gás em Aljubarrota

Agência do Ambiente diz que “não é possível concluir” necessidade de avaliação ambiental

Agência do Ambiente diz que “não é possível concluir” se o furo de gás em Aljubarrota precisa de avaliação ambiental.

3 Julho 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (4/6)

Ramallah, onde está o meu irmão?

Todos os anos, mais de 500 menores palestinianos, a partir dos 12 anos, são presos pelo estado Israelita: julgados por tribunais militares, detidos e interrogados contra as regras da Convenção da ONU sobre os Direitos da Criança. Neste episódio, percebemos como isto acontece.

3 Julho 2018

atualidade

Como aconteceu a agressão racista no Porto

Daniela Mendes é uma das duas amigas de Nicole Quinayas que estava com ela quando foi agredida. Presenciou tudo. Uma conversa em bruto, quando ainda se sabia pouco e a história não tinha vindo a público.

29 Junho 2018

entrevista > é apenas fumaça

Racismo

Carla Fernandes: “Uma pessoa branca não pode sofrer racismo”

Uma conversa sobre lutas, visibilidade e reconhecimento das pessoas negras; a “Campanha por outra Lei da Nacionalidade”; a “Década Internacional de Afrodescendentes 2015-2024”, decretada pela ONU, e a violência do preconceito.

28 Junho 2018

entrevista > passos perdidos

Trabalho

Tiago Barbosa Ribeiro sobre trabalho

Uma conversa com o deputado do Partido Socialista sobre aumento do salário mínimo nacional, a contratação de trabalhadores precários do Estado e as mudanças à legislação laboral propostas pelo Governo e Parlamento.

26 Junho 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (3/6)

Hebron, o labirinto do apartheid

Em Hebron, há ruas só para colonos, bairros só para colonos, onde os palestinianos não podem passar.

21 Junho 2018

reportagem > dois pontos

Direitos LGBTI+

A Pequena Sereia, o Caçador e a Amália

Tiago Lila e João Caçador são o duo Fado Bicha. Ao som das suas músicas, descobrimos quem são, falamos de Fado, da origem das Marchas do Orgulho e das lutas por igualdade da comunidade LGBTI – lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexuais.

14 Junho 2018

entrevista > é apenas fumaça

Cultura

Luís Sousa Ferreira: “O entretenimento ajuda a adiar. A cultura faz-te doer.”

Um conversa sobre cultura com o designer, produtor e programador cultural Luís Sousa Ferreira. Diretor do festival Bons Sons, do 23 Milhas – o projeto cultural do Município de Ílhavo – e do Caminhos, que envolve 13 câmaras da região do Médio Tejo. Uma conversa sobre cultura, de entretenimento, de apoios públicos às artes, de cidades e aldeias, de poder, de litoral e interior, de ego e falta dele, de saber-fazer.

5 Junho 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (2/6)

Belém, do milagre da vida à banalidade da morte

Neste episódio vamos até Belém conhecer a história de Anas. Como é viver no Aida Camp, um campo de refugiados palestinianos onde todos os dias o exército israelita faz rusgas, atira bombas de gás lacrimogéneo, granadas de atordoamento, canhões de água de esgoto e dispara armas de fogo?

29 Maio 2018

atualidade

Petróleo em Aljezur

“Exigimos que se demita”, dizem ativistas a ministro do Ambiente

A escritora Lídia Jorge, o coreógrafo Rui Horta e, ainda, Ana Matias, da Plataforma Algarve Livre de Petróleo, João Camargo, do coletivo Climáximo, Eugénia Santa Bárbara, do movimento Alentejo Litoral pelo Ambiente e Graça Passos, do grupo Tavira em Transição, entregaram hoje ao ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, uma carta aberta pedindo a sua demissão.

24 Maio 2018

entrevista > é apenas fumaça

Tempo

André Barata: “A maior transformação que podemos produzir é começar a desacelerar”

Trabalho, capital, produtividade, propriedade, desigualdade, espaço público. Que tem isto que ver com o Tempo? Para o filósofo André Barata, tudo. Todas estas dimensões estão relacionadas e vivem condicionadas pela aceleração. É preciso parar, diz, para passarmos a viver e deixarmos de sobreviver.

24 Maio 2018

entrevista > é apenas fumaça

Palestina

Ilan Pappé: “Acho que estamos já numa terceira Intifada”

Em entrevista, Ilan Pappé, historiador israelita, acusa o seu país de levar a cabo um processo de “limpeza étnica” na Palestina e de implementar um Estado colonial de apartheid, afirmando que este deve ser julgado por crimes de guerra.

17 Maio 2018

Séries > Palestina, histórias de um país ocupado

Palestina (1/6)

Ramallah, a cidade artificial

De Ramallah vê-se Telavive, é perto. Não fosse o muro, os postos de controlo, o exército, o trânsito caótico, que separam as capitais da Palestina e de Israel. Uma viagem de 4 horas, com tempo para perceber como há décadas um povo coloniza outro.

15 Maio 2018

opinião > editorial

Marcelo anda a brincar com o fogo

A opinião de Pedro Miguel Santos sobre o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e a sua relação com os média, a propósito dos fogos.

13 Maio 2018

reportagem > dois pontos

Racismo

Pombal, esta cidade não é para ciganos

O Bairro Margens do Arunca, de construção municipal, enclausura uma comunidade cigana em Pombal. O IC2, o Rio Arunca, uma zona industrial e uma linha férrea são obstáculos à vida de quem lá mora.

11 Maio 2018

entrevista > é apenas fumaça

Imprensa Regional

Imprensa regional: “Há muito consumidor que continua dependente da necrologia.”

Nos últimos 20 anos Portugal perdeu perto de quatro centenas de jornais, revistas e rádios locais. Que importância têm os média locais? Terão futuro? João Carlos Correia, professor na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, ensaia algumas respostas.

3 Maio 2018

entrevista > é apenas fumaça

Floresta

Pedro Bingre do Amaral: “Quem planta eucalipto deve assumir os encargos da prevenção e combate a incêndios.”

Portugal é o país com maior área relativa de eucaliptal no mundo. Só 2% da floresta portuguesa é propriedade exclusiva do Estado e não se sabe quem é dono de 1/3 dela. Mas o que tem isso que ver com os incêndios? Pedro Bingre do Amaral, professor no Instituto Politécnico de Coimbra, fala sobre isso.

1 Maio 2018

entrevista > é apenas fumaça

Televisão Digital Terrestre

Sérgio Denicoli: “Quem perdeu foram as pessoas mais pobres do país”

Houve “conflito de interesses”. A televisão digital terrestre (TDT) não é o que podia ser. Sérgio Denicoli, jornalista e investigador na área dos média, denuncia a relação “simbiótica” entre Estado e Portugal Telecom, vencedora dos dois concursos de implementação da TDT em Portugal.

26 Abril 2018

entrevista > é apenas fumaça

Debate – Que papel para as comunidades ciganas?

Um debate sobre as comunidades ciganas e o papel da mulher cigana enquanto veículo de mudança, no Festival Política 2018.

21 Abril 2018

reportagem > dois pontos

Direito à Habitação

Bairro 6 de Maio: ordem para limpar

Uma grande reportagem sobre o processo de demolições em curso no Bairro 6 de Maio, impulsionado pela Câmara Municipal da Amadora, e as histórias de resistência de quem exige habitação e tratamento dignos.

20 Abril 2018

reportagem > dois pontos

Na Rua – Governo mole, petróleo duro, tanto insiste que faz o furo?

Onde estão planeados furos de petróleo e gás em Portugal? Que empresas querem que isso aconteça? Quem se opõe? E Governo, o que tem feito? Uma súmula da situação, a propósito da manifestação “Enterrar de vez o Furo, Tirar as petrolíferas do Mar”.

18 Abril 2018

entrevista > é apenas fumaça

Moedas Sociais

Miguel Hirota: “Os bancos desfrutam de imunidade política e económica”

Miguel Hirota, investigador e promotor de moedas sociais, explica como as políticas económicas e monetárias não são determinadas pela vontade popular. Fala ainda de moedas sociais como resposta às deficiências do sistema económico.

17 Abril 2018

atualidade

Petróleo

Na Rua – “Enterrar o furo, tirar as petrolíferas do mar”

A cobertura, em direto, da manifestação “Enterrar o furo, tirar as petrolíferas do mar”, que opõe à exploração de petróleo e gás em Portugal.

14 Abril 2018

entrevista > é apenas fumaça

Brasil

Carolina Rocha: “Há um projeto de extermínio da população jovem, negra, pobre e favelada no Brasil”

Carolina Rocha, poeta brasileira e socióloga, fala de “genocídio” da população negra e da “ameaça de ditadura” no Brasil. Explica ainda como a morte de Marielle Franco é um recado para quem desafia as estruturas políticas do Brasil.

12 Abril 2018

reportagem

Trilogia do imigrante: trabalhar, descontar, esperar

Fotografia: Frederico Raposo/ É Apenas Fumaça Chegaram cedo à porta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em Lisboa. A maioria viajou até ali, ao início da Avenida António Augusto de Aguiar, desde o Litoral Alentejano – é lá que muitos trabalham no cultivo e apanha de frutos silvestres. Vieram em autocarros que contrataram do […]

10 Abril 2018

reportagem

Habitação

Rock in Riot. Bater o pé à especulação imobiliária

Fotografias: Frederico Raposo/Fumaça Foi bonita a festa, pá. Pessoas a dançar, aos beijos, aos pulos. Em abraços demorados de quem não se vê há muito. Aos gritos, a tirar fotografias. Bandas de rock a atuar em palcos-móveis a que costumamos chamar carrinhas de caixa aberta: dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS, Hezbó MC, Igwana, PUMA, Vaiapraia e as Rainhas do […]

29 Março 2018

reportagem

Discriminação

Chelas City, a capital de Lisboa

Fotografia: BAGABAGA STUDIOS/ Dá-te ao Condado e6g Notícias de tiroteios, perseguições de última hora, agressões à polícia e nas escolas. É assim que Chelas é apresentada nos telejornais e nas manchetes dos jornais portugueses. Um antro de violência a menos de dez estações de metro ou 15 minutos de carro da Praça do Comércio, onde […]

16 Março 2018

entrevista > é apenas fumaça

Racismo e Violência Policial

Mamadou Ba: “Nos últimos 15 anos, mais de dez jovens negros morreram nas mãos da polícia.”

Mamadou Ba, dirigente da SOS Racismo, falou-nos da cultura de impunidade que se sente nas forças de segurança portuguesa e dos casos de violência policial por que sofrem negros em Portugal.

2 Março 2018

entrevista > é apenas fumaça

25 de novembro de 1975

Miguel Carvalho: “Portugal viveu, no pós-25 de Abril, foi o risco de resvalar novamente para uma ditadura de extrema-Direita”

E se o pós-25 de Abril não tiver sido como nos têm contado?
Miguel Carvalho, jornalista, falou-nos da rede terrorista de extrema-direita que matou, espancou, pôs bombas e incendiou sedes de partidos de esquerda em Portugal nos primeiros anos de Democracia.

29 Novembro 2017

atualidade

Imigrantes em protesto dormem à porta do SEF

Ouve aqui a narração deste Atualidade: Quando os funcionários da delegação regional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiros (SEF) de Lisboa passarem a porta do número 20 da Avenida António Augusto de Aguiar verão um cenário pouco habitual. Cerca de 20 imigrantes do Paquistão, Índia, Bangladesh, Nepal e Sri Lanka pernoitaram nas escadas toda a […]

26 Outubro 2017

entrevista > é apenas fumaça

Direitos LGBTI+

Sérgio Vitorino: “Portugal é um país extremamente fóbico, e não é só das minorias sexuais”

Junho é o mês do Orgulho por causa dos acontecimentos no Stonewall-Inn, um bar em Nova Iorque, onde a 28 de junho de 1969 teve lugar uma das primeiras revoltas das pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans, Intersexo (LGBTI) contra as agressões policiais. Há celebrações em todo o mundo e também por cá, como a Marcha […]

23 Junho 2017

entrevista > é apenas fumaça

Gentrificação, Direito à Habitação e Propriedade

Gentrificação: o palavrão que significa “pobres fora daqui”

Aconteceu no ano passado, em novembro. Saí de casa e o prédio da frente tinha uma fachada nova. Tapado por andaimes com uma rede verde, dava nas vistas uma grande tela, com design a armar ao pingarelho, a anunciar: “Nasceu um novo projeto em Lisboa feito a pensar em si”. Outrora anódino e sem graça, […]

15 Junho 2017

atualidade

A revolta dos apanhadores de laranjas

Faz hoje uma semana que se iniciou no Algarve uma greve de trabalhadores agrícolas imigrantes, sobretudo homens, que se recusam, entre outras atividades, a apanhar dos pomares a famosa “Laranja do Algarve”. Os protestos têm como alvo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portimão, que os imigrantes acusam de desrespeitar os seus direitos […]

6 Abril 2017