Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Ateísmo

Ricardo Araújo Pereira: “Tenho muitas dúvidas de que só podemos ser seres morais se acreditarmos em Deus”

26 Outubro 2016
09:53

Há já algum tempo que queríamos falar de religião. Do impacto que a religião, ou a falta dela, tem na nossa sociedade. No quão intolerantes e preconceituosos por vezes somos por desconhecermos o que está do outro lado, e no ódio que esta falta de compreensão instiga.

Mas, afinal o que é ser ateu, católico, judeu, muçulmano, budista ou hindu?

Desvendemos os mistérios da fé, e de outras convicções, conheçamos as pessoas e as suas histórias. Com esta série queremos desconstruir mitos e saber mais sobre o que cada um acredita.

Neste primeiro episódio conversámos sobre ateísmo com o Ricardo Araújo Pereira. Falámos de forma surpreendentemente séria sobre Deus, do mal associado à religião, da noção de culpa e pecado, do medo da morte, da relação do humor com a religião, e muito mais.

Foto: Manuel Casanova/Shifter

Links

0’ – Entrevista a John Cleese, A.V. Club
8’ – “I Don’t Believe in Atheists”, Chris Hedges
10’ – “Os Irmãos Karamazov”, Fiódor Dostoiévski
13’ – “10 Mandamentos”, Bíblia
15’ – “The atheist bus campaign”, RationalWiki
20’ – “Dialogues Concerning Natural Religion”, David Hume
20’ – “O Nome da Rosa”, Umberto Eco
21’ – Entrevista ao Stephen Colbert, Parade
27’ – Papa: “Não se pode provocar nem insultar a fé das outras pessoas”, Público

Entrevista
  1. Ricardo Esteves Ribeiro
  2. Maria Almeida
Preparação
  1. Ricardo Esteves Ribeiro
  2. Maria Almeida
  3. Bernardo Afonso
  4. Tomás Pereira
Som
  1. Bernardo Afonso
Texto
  1. Maria Almeida
/

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Contribuir

subscreve a nossa newsletter

para poderes votar nos tópicos que vamos investigar, workshops que queremos fazer e teres uma voz activa.

Aqui, quem influencia o jornalismo és tu. Apoia-nos.