Jornalismo independente
progressista e dissidente

extras

James Baldwin

Beatriz Gomes Dias: “Não consigo defender que essa ideia de desumanização do negro tenha desaparecido”

Esta entrevista foi realizada para a preparação da segunda edição do Dois Pontos: a atualidade explicada, dedicada a James Baldwin, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Acima, têm o bruto da entrevista, na sua totalidade, sem edição.

Beatriz Gomes Dias é professora de Biologia numa escola do ensino secundário, em Lisboa, e uma das fundadoras da DJASS – Associação de Afrodescendentes.

Acreditamos que o papel do jornalismo é escrutinar a democracia: questionar as decisões tomadas, responsabilizar os representantes. Falar dos temas de que poucos falam, ouvir quem tem menos voz, contar as histórias que não são contadas. Se queres continuar a ouvir as nossas entrevistas, reportagens e séries documentais, podes contribuir aqui.