Trabalho

Cristina Tavares: “Trabalhar é o que eu sei fazer”

Esta é entrevista completa, sem cortes nem edições, a Cristina Tavares, operária corticeira, realizada para a reportagem Cristina, levantada do chão, que podes ouvir aqui.

Cristina Tavares, 48 anos, natural de Lourosa, Santa Maria da Feira, foi despedida da Fernando Couto – Cortiças, em Janeiro de 2017. Numa decisão de segunda instância, o Tribunal da Relação do Porto considerou o despedimento ilegal e determinou a sua reintegração na empresa. Regressada, a operária corticeira foi vítima de assédio moral, constatou a Autoridade para as Condições do Trabalho. O Tribunal do Trabalho de Santa Maria da Feira confirmou-o mais tarde. No entretanto, em janeiro deste ano, a empresa voltou a despedi-la, por difamação. Cristina lutou, durante mais de dois anos, para voltar ao seu local de trabalho.

Depois da realização desta entrevista, na segunda semana de junho, Cristina chegou a acordo com a empresa e foi reintegrada no seu posto de trabalho.

Subscreve a newsletter

Lê textos exclusivos escritos por nós ou pessoas convidadas. Guarda as nossas recomendações de reportagens, podcasts, filmes e documentários.

Subscreve e recebe a nossa newsletter.

Ver exemplos