Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Trabalho

Cristina Tavares: “Trabalhar é o que eu sei fazer”

1 Agosto 2019
08:58

Esta é entrevista completa, sem cortes nem edições, a Cristina Tavares, operária corticeira, realizada para a reportagem Cristina, levantada do chão, que podes ouvir aqui.

Cristina Tavares, 48 anos, natural de Lourosa, Santa Maria da Feira, foi despedida da Fernando Couto – Cortiças, em Janeiro de 2017. Numa decisão de segunda instância, o Tribunal da Relação do Porto considerou o despedimento ilegal e determinou a sua reintegração na empresa. Regressada, a operária corticeira foi vítima de assédio moral, constatou a Autoridade para as Condições do Trabalho. O Tribunal do Trabalho de Santa Maria da Feira confirmou-o mais tarde. No entretanto, em janeiro deste ano, a empresa voltou a despedi-la, por difamação. Cristina lutou, durante mais de dois anos, para voltar ao seu local de trabalho.

Depois da realização desta entrevista, na segunda semana de junho, Cristina chegou a acordo com a empresa e foi reintegrada no seu posto de trabalho.

Edição de som
  1. Bernardo Afonso
Edição de vídeo
  1. Joana Batista
Entrevista
  1. Margarida David Cardoso
Fotografia
  1. Joana Batista
/ / /

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Contribuir

subscreve a nossa newsletter

para poderes votar nos tópicos que vamos investigar, workshops que queremos fazer e teres uma voz activa.

O nosso jornalismo é aberto a toda a gente, mas custa dinheiro. Ajuda-nos a continuar.