Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

PREC

entrevista > é apenas fumaça

Autonomia

Paulo Miguel Rodrigues: “Começa a ser tempo de o Estatuto Político-Administrativo da Madeira ser revisto”

A autonomia regional tem quatro décadas, mas a história não começou com a Constituição de 1976. Há 200 anos que, pela Madeira, correm as ideias de autonomia, da construção de um poder insular capaz de defender os interesses regionais em Lisboa. A luta seguiu as influências de cada momento, reproduziu a conjuntura internacional favorável aos nacionalismos e ganhou a forma de movimento independentista nas crises do Estado português. A última vez que se discutiu a independência foi durante o PREC e envolveu atentados à bomba e um movimento de libertação: a FLAMA.

28 Novembro 2019

especial

PREC

Peter Robinson: “Escrevi para casa, a 25 de novembro de 75, dizendo: ‘isto é o final da revolução’”

Peter Robinson, sul-africano nascido a 1946, chegou a Portugal como “turista revolucionário”, no Verão Quente de 1975, durante o PREC (Período Revolucionário em Curso), no pós-25 de Abril. Ficou duas semanas, visitando fábricas, herdades e até hotéis tomados pelos trabalhadores. Mais tarde, em outubro desse mesmo ano, voltou novamente a Portugal, como ativista a tempo inteiro, ficando até maio de 76. Como foi o Verão quente de 1975? O que aconteceu a 25 de novembro desse ano? Quando é que acabou a Revolução? Ouve/Vê aqui a entrevista, feita em conjunto com Joana Craveiro, arquivista, atriz, encenadora, dramaturga e diretora artística do Teatro do Vestido.

25 Novembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Especial 25 de Abril

Zillah Branco, a mulher que viveu todas as Revoluções

Da ditadura militar, no Brasil, ao regime socialista de Allende, no Chile, destruído por Pinochet; do 25 de Abril de 1974, à eleição de Lula. Zillah Branco, 81 anos, passou a vida a lutar pela Revolução.

24 Abril 2018

especial

25 de abril

As estórias que a História não conta

Uma conversa sobre os temas que ficam de fora das comemorações do 25 de Abril: o Período Revolucionário em Curso (PREC), o papel dos movimentos de libertação nacional das ex-colónias no derrube do fascismo, as pessoas que deixaram de ser portuguesas a seguir à Revolução e a importância dos movimentos de estudantes. Com Abdulai Djaló, comando africano das Forças Armadas portuguesas na Guiné, Joana Craveiro, diretora artística do Teatro do Vestido, Joana Lopes, ativista anti-fascista, e Miguel Cardina, investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

25 Abril 2017
Aqui, quem influencia o jornalismo és tu. Apoia-nos.