Comunicação Social

João, d’Os Truques da Imprensa Portuguesa: “A imprensa em Portugal é tendencialmente de direita”

Esta semana lançamos Fumaça com o João, um dos gestores anónimos da página Os Truques da Imprensa Portuguesa

Tínhamos muitas perguntas para fazer ao gestor de uma página de Facebook que tem vindo a “policiar” os meios de comunicação em Portugal, causando muita polémica pelo caminho. Ainda recentemente no Congresso dos Jornalistas em Lisboa era notório o desconforto de alguns jornalistas perante tanto “truque” denunciado sem dar a cara.

Mas, enquanto a uns se ferem susceptibilidades, a outros se vai esclarecendo o que é publicado pela comunicação social. É que uma simples página de Facebook tem hoje mais de 100 mil seguidores, milhares de publicações e de partilhas. Os Truques conquistaram o seu espaço, com seguidores fervorosos, críticos convictos e muitos dedos apontados à imprensa Portuguesa. Atualmente já influenciam e fazem com que se editem notícias, mudem imagens, e retifiquem reportagens.

Quisemos saber mais sobre “Os Truques“, ir para além de tanto fumo e fogo, e fazer as perguntas que ainda não lhes tinham sido feitas. Falámos sobre o que é, ou não, um truque, sobre o papel do jornalismo e de quem o consome, a questão do anonimato da página e da parcialidade, e do futuro da imprensa Portuguesa.

Esta é a primeira grande entrevista d’ “Os Truques da Imprensa Portuguesa“.

Subscreve a newsletter

Lê textos exclusivos escritos por nós ou pessoas convidadas. Guarda as nossas recomendações de reportagens, podcasts, filmes e documentários.

Subscreve e recebe a nossa newsletter.

Ver exemplos