Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Comunicado

Fundação Rosa Luxemburgo co-financia investigações Fumaça sobre Saúde Mental e Prisões

5 Abril 2021
15:41

A fundação alemã Rosa-Luxemburg-Stiftung atribuiu ao Fumaça uma bolsa de oito mil euros para financiar dois trabalhos de jornalismo de investigação que serão desenvolvidos pela redação durante 2021 e 2022. O contrato, que pode ser consultado aqui, aloca fundos para um trabalho sobre o sistema prisional português e outro sobre a saúde mental em Portugal.

Em 2020, a Fundação Rosa-Luxemburg tinha já doado 10 mil e quinhentos euros ao projeto, financiando parcialmente a produção do áudio-documentário “Exército de Precários“, o resultado de uma investigação de dois anos no interior do setor da segurança privada.

Bolsas como esta garantem a sustentabilidade da redação do Fumaça, que emprega sete pessoas, até novembro de 2021. Sem recorrer a paywalls, vender publicidade, nem aceitar investidores privados, o podcast procura ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelo público.

Neste momento, mais de mil pessoas contribuem para o Fumaça com mais de sete mil euros por mês. Os membros da Comunidade Fumaça têm acesso a workshops com a equipa, um chat exclusivo, sessões Ask Me Anything com convidados, e ao clube de discussão Inquietações.

Aderindo a um princípio de Transparência Radical, são de acesso público os contratos de todas as bolsas atribuídas ao Fumaça, bem como o orçamento projetado e executado do podcast para 2021.

Texto
  1. Equipa Fumaça

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Contribuir

subscreve a nossa newsletter

para poderes votar nos tópicos que vamos investigar, workshops que queremos fazer e teres uma voz activa.

O nosso jornalismo é aberto a toda a gente, mas custa dinheiro. Ajuda-nos a continuar.