Jornalismo independente
progressista e dissidente

Envelhecimento

entrevista > é apenas fumaça

Estado Social

Joaquim Ribeiro, sobre cuidadores informais: “Nunca sabia quando o meu dia terminava”

Quem trata de uma pessoa dependente, a tempo inteiro, sem poder sair de casa, tem vida para além de cuidar? “Não.” Joaquim Ribeiro é perentório. Zelou a mãe durante cinco anos – todos os dias, sem férias, nem feriados. Tempo em que prestou cuidados sem nenhuma compensação ou ajuda monetária; tempo sem um trabalho formal, que não entrará nas contas da sua reforma. O estatuto para os cuidadores informais é um ponto de partida para melhorar a vida de muita gente, ainda não de toda.

11 Julho 2019