Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

Racismo

Beatriz Gomes Dias: “Quando chegam as empregadas de limpeza, é o único momento em que há muitas mulheres negras nas escolas”

6 Outubro 2016
15:10

Convidámos a Beatriz Gomes Dias, professora de Biologia no agrupamento de escolas Filipa de Lencastre e ativista e uma das fundadoras das Djass – Associação de Afrodescendentes. Faz também parte da Comissão Política do Bloco de Esquerda.

Desta vez, e aproveitando a sua experiência particular como professora negra e na militância política, aprofundámos o racismo na educação, e na política, e o feminismo negro.

Falámos das formas em que o sistema escolar e os currículos são machistas e racistas, reproduzindo modelos de desigualdade. Abordámos as razões da ausência do combate ao racismo na esfera política. E discutimos as especificidades do movimento feminista negro e da discriminação às mulheres negras.

É necessário reconhecer a existência de portugueses/as negros/as e sua discriminação e questionar o privilégio branco nas questões feministas!

Entrevista
  1. Tomás Pereira
  2. Diana Carvalho
/ / /

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Contribuir

subscreve a nossa newsletter

para poderes votar nos tópicos que vamos investigar, workshops que queremos fazer e teres uma voz activa.

Aqui, quem influencia o jornalismo és tu. Apoia-nos.