Desassossego, nova série Fumaça. Sabe mais aqui.

Arquivo

reportagens

Trilogia do imigrante: trabalhar, descontar, esperar

A Avenida António Augusto de Aguiar, em Lisboa, foi ocupada por imigrantes que exigiram documentos para todos. Sentaram-se na estrada e cortaram o trânsito.

reportagens

Desalojados do Bairro 6 de Maio ocupam Ministério do Ambiente

Moradores e moradoras do Bairro 6 de Maio e ativistas ocuparam o Ministério do Ambiente exigindo soluções para as demolições que têm acontecido no bairro da Amadora.

reportagens

Rock in Riot. Bater o pé à especulação imobiliária

Rock in Riot. No protesto-festa com o lema “Ocupar as Ruas, Reclamar a Cidade” dançou-se contra a especulação imobiliária e os despejos. Ouve aqui.

reportagens

Chelas City, a capital de Lisboa

Notícias de tiroteios, perseguições de última hora, agressões à polícia e nas escolas. É assim que Chelas é apresentada nos telejornais e nas manchetes dos jornais portugueses. Um antro de violência a menos de dez estações de metro ou 15 minutos de carro da Praça do Comércio, onde turistas queimados pelo sol bebem gins tónicos […]

reportagens

Casa ocupada em Lisboa ou a utopia do Direito à Habitação

Os ocupantes da casa ocupada em Arroios foram despejados no dia 30 de Janeiro. O nº69 da Rua Marques da Silva está novamente ao abandono enquanto que gente é empurrada para fora da cidade e da sua casa.

reportagens

Na Zambujeira do Mar, mais de 100 imigrantes pediram documentos para todos

Festival ImigrArte Itinerante foi organizado pela Solidariedade Imigrantes e pela Associação de Nepaleses Residentes em Portugal.

reportagens

Imigrantes em protesto dormem à porta do SEF

Cerca de 20 imigrantes protestam a demora na entrega do título de autorização de residência em Portugal depois de terem pago a multa e título devidos e cumprirem os requisitos a que a lei obriga.

reportagens

Outra lei da nacionalidade: “Estou nesta luta desde que nasci”

Reginaldo Spínola, cenógrafo, nasceu em 1986 em Lisboa mas ainda não tem a nacionalidade portuguesa: “Eu estou nesta luta desde que nasci”.

  1. 1
  2. 4
  3. 5
  4. 6
  5. 7