Fala connosco — [email protected]
Calçada do Tijolo 23, 1200-464 Lisboa

Jornalismo independente, progressista e dissidente

entrevista > é apenas fumaça

Angola

Manuel Dias dos Santos: “João Lourenço representa a continuidade do regime”

Enquanto João Lourenço, Presidente angolano, anuncia como prioridade do seu executivo o combate à corrupção e recebe ativistas críticos da governação do seu partido (MPLA) na Casa Civil, a repressão continua em vários setores da sociedade angolana. Estamos perante um novo regime ou, apenas, a continuação da governação de José Eduardo dos Santos, ex-Presidente durante quase 38 anos? Conversámos com Manuel Dias dos Santos, sociólogo, historiador, membro fundador e porta-voz da Plataforma de Reflexão Angola.

21 Dezembro 2018

entrevista > é apenas fumaça

Refugiados

Miguel Duarte: “Esta investigação é absolutamente política. O objetivo não é prender-nos, é parar o resgate marítimo”

Segundo a ONU, mais de 100 mil refugiados chegaram à Europa em 2018 depois de atravessarem o Mar Mediterrâneo – muitos em barcos de borracha deficientes -, milhares desapareceram durante a viagem. Miguel Duarte faz parte da tripulação do Iuventa, um navio que resgatou mais de 14 mil pessoas refugiadas. Agora, é acusado pelo Ministério Público italiano de ajuda à imigração ilegal. E não é o único. Várias organizações não-governamentais de busca e salvamento têm sido travadas judicialmente, naquilo que Miguel chama de “campanha para acabar com o resgate marítimo”, por parte da União Europeia.

13 Dezembro 2018

reportagem > dois pontos

Direitos Humanos

James Baldwin. Ninguém sabe o meu nome.

James Baldwin, escritor norte-americano, ativista anti-racista, anti-colonialista e anti-imperialista, morreu a 1 de dezembro de 1987. Baldwin foi um dos mais influentes artistas da sua geração e uma das personalidades mais relevantes do movimento pela igualdade dos direitos civis nos Estados Unidos da América, nas décadas de 50 e 60. Passados 31 anos da sua morte, relembramos a sua vida e obra.

6 Dezembro 2018

extras

James Baldwin

Flávio Almada (LBC): “A sociedade racista sugere às populações negras colocar a máscara branca para serem aceites”

Esta entrevista foi realizada para a preparação da segunda edição do Dois Pontos: a atualidade explicada, dedicada a James Baldwin, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Acima, têm o bruto da entrevista, na sua totalidade, sem edição. Flávio Almada, também conhecido por LBC, é rapper, membro da Plataforma Gueto, uma plataforma anti-racista, e da Associação Cultural Moinho da Juventude, um projeto comunitário sediado na Cova da Moura, na Amadora.

6 Dezembro 2018

extras

James Baldwin

Beatriz Gomes Dias: “Não consigo defender que essa ideia de desumanização do negro tenha desaparecido”

Esta entrevista foi realizada para a preparação da segunda edição do Dois Pontos: a atualidade explicada, dedicada a James Baldwin, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Acima, têm o bruto da entrevista, na sua totalidade, sem edição. Beatriz Gomes Dias é professora de Biologia numa escola do ensino secundário, em Lisboa, e uma das fundadoras da DJASS – Associação de Afrodescendentes.

6 Dezembro 2018

extras

James Baldwin

Miguel Vale de Almeida: “A história da ciência está cheia de ocultações de contribuições negras”

Esta entrevista foi realizada para a preparação da segunda edição do Dois Pontos: a atualidade explicada, dedicada a James Baldwin, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Acima, têm o bruto da entrevista, na sua totalidade, sem edição. Miguel Vale de Almeida é antropólogo, professor e investigador no ISCTE.

6 Dezembro 2018

extras

James Baldwin

Mamadou Ba: “James Baldwin costumava dizer que quem tem de se curar do racismo são os brancos”

 Esta entrevista foi realizada para a preparação da segunda edição do Dois Pontos: a atualidade explicada, dedicada a James Baldwin, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Acima, têm o bruto da entrevista, na sua totalidade, sem edição. Mamadou Ba é dirigente da associação SOS Racismo, uma organização anti-racista em Portugal.

5 Dezembro 2018
O nosso jornalismo é aberto a toda a gente, mas custa dinheiro. Ajuda-nos a continuar.